fbpx

Polícia

Três suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma de fogo são presos em Pontes e Lacerda

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Três suspeitos de tráfico de drogas e posse e porte ilegal de arma de fogo, em Pontes e Lacerda foram presos na última semana pela Polícia Civil. Os suspeitos são investigados pela Delegacia do município na Operação Progressão, realizada em outubro deste ano, para desarticular a atuação suspeitos envolvidos com tráfico doméstico e crimes contra o patrimônio.

 

Em dois endereços alvos de mandados de busca e apreensão, os policiais civis apreenderam pacotes e porções de drogas, duas armas de fogo, 79 munições de calibres 900 e 38 e quase R$ 6 mil.

Dois suspeitos, de 27 e 32 anos tiveram as prisões em flagrante convertidas em preventiva. O outro, de 18 anos, recebeu liberdade provisória da Justiça. Um deles, de 32 anos, responde por tráfico e o outro, tem passagem por homicídio, ambos na Comarca de Nova Mutum.

Com o suspeito de 18 anos foram apreendidas deenas de porções de entorpecentes, uma arma e munições.

Ao chegar em um dos endereços, no bairro Morada da Serra, os policiais notaram os suspeitos fugindo, mas logo foram detidos em uma casa na vizinhança. Um deles portava uma arma de fogo, que tentou esconder dos investigadores. Os entorpecentes, dinheiro e munições foram localizados em diferentes cômodos da casa.

 

Foram apreendidos também objetos de procedência duvidosa, televisor, caixa de som, caixa térmica, receptor de sinal de TV, chinelos novos e uma motocicleta honda.

Um dos suspeitos apresentou um documento de identificação com a foto dele, mas nome de outra pessoa. Ele responderá também pelo crime de uso de documento falso. O investigado de 27 anos saiu recentemente da prisão, em outubro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Iraja Lacerda é a mais nova promessa politica de Mato Grosso

Publicados

em

A mais nova promessa da política mato-grossense tem nome, sobrenome e padrinho político, nome Iraja, sobrenome Lacerda , padrinho Favaro, isso tem causado uma crise política no contexto estadual, Iraja é filho do ex- Deputado José Lacerda,(MDB) afilhado de Favaro do PSD, apoia Neri Gueller para o Senado e será candidato a deputado federal.

Além de jovem, tem uma carreira empresarial de sucesso, esta hoje ocupando cargo de direção no Senado, tem uma atuação forte na região oeste do estado, tendo Cáceres e Pontes e Lacerda como base, mas tem ações políticas nos 141 municípios do estado, inclusive em Cuiabá e Várzea Grande, isso tem causado um certo alvoroço no meio político estadual, alguns candidatos a deputados da região estão fechados com o novo nome, isso tem causado a ira de quem se achava o dono desta base eleitoral, fontes informam que a briga já passou pelo TCE, AL e foi parar no paiaguás.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Um dos autores de roubo a caminhoneiro, no norte do estado, é preso pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um dos autores de um roubo com restrição à liberdade da vítima praticado contra um motorista de caminhão foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (19), em Sinop.

Na manhã de 22 de novembro do ano passado, o motorista, de 53, transportava defensivos agrícolas de Sinop com destino a Alta Floresta, quando foi abordado por um bando de criminoso, que usando de violência e armados, rendeu vítima na rodovia MT-320, próximo à cidade de Colíder.

Após a abordagem, parte do grupo pegou o caminhão com a carga e saiu em rumo desconhecido para fazer o descarregamento dos produtos. Outra parte da quadrilha manteve a vítima em cárcere privado por várias horas. Os criminosos ficaram andando com a vítima rendida no interior do carro. O motorista foi liberado pelo bando somente às 22h, sendo mantido por mais de 12 horas em poder dos criminosos.

Durante a investigação pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop e Gerência de Combate ao Crime Organizado, os policiais conseguiram identificar um dos autores do fato, responsável em manter a vítima como refém. O criminoso foi preso nesta quarta-feira.

O outro criminoso que também manteve a vítima em restrição de liberdade foi preso anteriormente pela Polícia Militar.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil localiza foragido da Justiça; na tentativa de escapar ao cerco ele atirou contra as equipes

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais civis de Alta Floresta cumpriram nesta terça-feira (18.01) a prisão de um foragido da Justiça que estava com mandados decretados por diversos crimes, entre eles, tentativa de homicídio cometidos no município. Contra ele foram cumpridos dois decretos de prisão.

A equipe da Delegacia de Alta Floresta apurou e consegiu localizar o enconderijo do foragido, assim como a rota de fuga que seria utilizada por ele para escapar da polícia. Com apoio de uma equipe da Força Tática da PM, os investigadores realizaram o cerco ao local, uma prppriedade rural na MT-325. No momento em que os policiais chegaram ao local, o suspeito tentou fugir para a mata e apontou uma espingarda calibre 12 em direção aos policiais.

Os policiais realizaram disparos para cessar a agressão do foragido, que foi ferido e imediatamente socorrido ao hospital de Alta Floresta. Ele foi atendido e está com o quadro de saúde estabilizado. Nenhum policial ficou ferido na ação.

O preso, de 39 anos, responde a ação penal por vários crimes, entre eles três tentativas de homicídio qualificadas, ocorridas em julho do ano passado. Durante a ação criminosa, ele disparou em uma pessoa em um posto de combustível da cidade e contra os policiais durante a fuga.

Após ser colocado em liberdade pela Justiça, com monitoramento por tornozeleira eletrônica, ele rompeu o equipamento em novembro passado e voltou a cometer outros crimes, como porte ilegal de arma de fogo, além de ter ameaçado comerciantes nesta cidade, ação em que conseguiu foragir da polícia e o seu comparsa foi a óbito.
 
 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana