GRAMPOS ILEGAIS

STJ pede informações sobre inquérito que investiga ex-secretário se Segurança Pública por suposta participação em grampos ilegais em MT

Publicado

Geral

O ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), quer saber como está o andamento dos inquéritos policiais que investigam a suposta participação do ex-secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Rogers Jarbas, no esquema que ficou conhecido como ‘Grampolândia Pantaneira’.

A defesa de Rogers Jarbas não se manifestou sobre o pedido do ministro.

A solicitação de informação foi feita ao desembargador Orlando Perri para fundamentar decisão no pedido de habeas corpus da defesa de Jarbas, que requer a anulação das investigações em dois inquéritos.

O ex-secretário é suspeito de atrapalhar as investigações das interceptações telefônicas ilegais.

Segundo o Tribunal de Justiça, a assessoria do desembargador Perri vai informar ao STJ que esses processos estão sob responsabilidade do juiz Jorge Tadeu. Diante disso, o ministro poderá dar novo despacho direcionado ao juízo da sétima vara.

Grampos

Os telefones foram interceptados com autorização judicial. Os documentos pedindo à Justiça autorização para isso foram assinados pelo cabo da PM, Gerson Luiz Ferreira Correia Júnior, numa suposta investigação de crimes cometidos por PMs.

No entanto, foram juntados os telefones de quem não era suspeito de crime algum, numa manobra chamada “barriga de aluguel”.

No início deste mês, o Ministério Público Estadual (MPE) concluiu e arquivou uma sindicância que apurava suposto envolvimento dos promotores Marco Aurélio de Castro, Samuel Frungilo, Marcos Regenold Fernandes e Marcos Bulhões do Santos no esquema de interceptações telefônicas clandestinas no estado.

O caso das interceptações foi denunciado pelo promotor de Justiça Mauro Zaque, à época secretário de Segurança Pública. Em depoimento encaminhado à Procuradoria-Geral da República, ele afirmou que, naquele ano, ouviu o coronel Zaqueu Barbosa, comandante da PM à época, dizer que as interceptações telefônicas eram feitas por determinação de Pedro Taques (PSDB).

Zaque alega ainda que levou o assunto ao governador, que ficou constrangido, mas não fez nenhum comentário. Depois, Taques acusou Zaque de fraudar um protocolo da denúncia no governo.

No ano passado, Orlando Perri determinou investigação contra Taques por denunciação caluniosa contra Mauro Zaque.

*FONTE:G1

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Fim de semana será quente e com alerta de baixa umidade

Publicado

O Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) mostra que o fim de semana será sem chuvas em Mato Grosso. Há alerta de baixa umidade para 8 cidades e termômetros marcam até 40°C.

O fim de semana em Cuiabá será sem chuva. Nesta sexta-feira (27), a mínima chega 27°C e a máxima a 38°C. No sábado (28) a previsão é a mesma do dia anterior. O domingo (29) terá variação entre 27°C e 37°C.

Em Chapada dos Guimarães (67 km a Oeste da Capital), a temperatura varia entre 21°C e 34°C. Não chove na cidade.

A previsão para Cáceres (225 km a Oeste) é de termômetros marcando entre 23°C e 40°C.

Em Sinop (500 km ao Sul) chove nesta sexta-feira e a temperatura varia entre 21°C e 36°C nos próximos dias.

Rondonópolis (215 km ao Sul) terá variação de temperatura de 23°C a 36°C. Não chove.

Há alerta de baixa umidade para as seguintes cidades

Alto Araguaia
Alto Garças
Alto Taquari
Cáceres
Glória D’Oeste
Itiquira
Porto Esperidião

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Geral

Com 1.249 casos de dengue em 2020, Rondonópolis segue em alerta

Publicado

O município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) está em alerta por causa da dengue. De janeiro a 18 de novembro foram 1.249 casos da doença, com 39 pessoas com sinais de alarde e um com dengue grave.

 

Segundo a prefeitura, o último Levantamento Rápido de Índices para o Aedes Aegypti (LIRAa) mostrou que na cidade a infestação é de 0,9%, o que é classificado como satisfatório. Porém, em bairros como o Jardim das Flores a infestação é de 7,5%.

 

Nesta semana a Unidade Vigilância de Zoonoses realizou um mutirão de combate à dengue nos bairros. Entre os focos de alerta estão pneus abandonados, caixas d’água, bebedouro de animais domésticos e até brinquedos jogados em quintais.

 

Conforme o Ministério da Saúde, em 2020, mesmo em meio a pandemia de coronavírus, foram registrados mais de 820 mil casos de dengue no Brasil, somente no primeiro semestre. Os estados do Acre, São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal concentraram a grande maioria dos casos. (Com informações da assessoria)

 

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Geral

Governo de Mato Grosso anuncia que adiantará o pagamento do 13º salário

Publicado

O Governo de Mato Grosso vai antecipar o pagamento do 13º salário aos servidores públicos estaduais para o dia 16 de dezembro. A previsão inicial era que o pagamento ocorresse no dia 18 do próximo mês.

 

A confirmação do adiantamento foi anunciada nesta sexta-feira (27.11) pelo governador Mauro Mendes, após reunião com os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda) e Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão).

 

“Acabamos de fechar mais uma reunião e definimos o dia 16 de dezembro para fazermos o pagamento do 13º salário. Então podem contar que no dia 16 de dezembro o décimo terceiro estará na conta, assim como no dia 30 de dezembro o salário de dezembro também será pago”, afirmou o governador.

 

Mauro Mendes lembrou que o Governo de Mato Grosso tem pagado o salário dos servidores todo dia 30 dentro do mês trabalhado, sendo que neste mês a remuneração também foi adiantada, tendo a folha sido quitada integralmente na data de hoje.

 

Além disso, para os servidores efetivos, 40% do décimo terceiro já foi quitada pelo estado no mês de junho.

 

“Estamos consertando o Estado. Parabéns a todos os servidores da Sefaz, da Seplag e de todas as secretarias que estão nos ajudando nessa tarefa de colocar ordem na casa. No ano que vem, vamos ter muita novidade boa para os servidores e para a população, e se Deus quiser nos próximos anos também”, relatou.

 

O secretário Basílio Bezerra ressaltou que esse adiantamento se deve às medidas tomadas pelo Governo de Mato Grosso desde o início da gestão, que equilibraram as contas do Estado.

 

“Herdamos salários de forma escalonada e graças a todas essas medidas temos condições financeiras de trazer esse benefício, conseguindo antecipar o pagamento, o que vai colocar na economia recursos na ordem de R$ 300 milhões e fazer com que o servidor passe um final de ano mais tranquilo, com recursos no bolso”, pontuou.

 

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana