conecte-se conosco



Claudecir Contreira

Projetos de leis começam assim

Publicado

Depois de escutar meus irmãos e irmãs corretores e corretoras de imóveis, estive reunido em meu escritório, com o Deputado Dilmar Dal Bosco.

Discutimos várias propostas para apresentar em formato de Projeto de lei ou até mesmo como objeto de conversas e diálogos com as autoridades responsáveis. Resumidamente foram essas minhas reivindicações em nome de todos os corretores, para enfrentar esse momento difícil que passamos com o CORONA VÍRUS – Redução em 50% no ITBI.

Redução em 50% das taxas de serviços em cartórios – Diminuição do tempo de espera para entrega de serviços de cartórios, incluindo certidões diversas – Atendimento preferencial em órgãos públicos e cartórios, para corretores e empresas imobiliárias.

Uso de tecnologias de comunicação para envio de documentação de clientes para a lavratura de escrituras – Instruir a estrutura pública governamental (estadual, municipal), para que usem os serviços de corretores com CNAE de avaliador mercadológico para avaliações de prédios públicos, tanto para venda, bem como, para locação sobre créditos a corretores. Acertamos que faremos reunião com o secretário de desenvolvimento e Governador do estado para tratar da criação e liberação de empréstimos com juros reduzidos para corretores e imobiliárias. Vale salientar que esses e outros benefícios serão destinados apenas para corretores inscritos no sistema COFECI CRECI. Um grande abraço e fiquem com Deus.

 

Claudecir Contreira é Vice-Presidente do CRECI MT e Conselheiro Federal suplente no COFECI

1 comentário

1
Deixe um comentário

avatar
Foto e arquivos de imagem
 
 
 
Arquivos de Áudio e Vídeo
 
 
 
Outros tipos de arquivos
 
 
 
  Se inscrever  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Sergio
Sergio

Vergonhosas as suas propostas. Fedem a oportunismo. E, o que vocês têm de melhor, que qualquer cidadão, para ter atendimento preferencial em órgãos públicos e cartórios?

Claudecir Contreira

Precauções e cuidados se fazem necessários para evitar riscos à saúde

Publicado

É hora de pensar e priorizar o bem-estar e a segurança de nossas famílias.

Nós corretores de imóveis temos disponíveis muitas tecnologias de comunicação, como telegrama, Whatsapp, Facebook e Instagram. Com todo esse aparato tecnológico podemos por iniciativa própria trabalharmos a partir de nossas casas, evitando assim se expor ou expor outras pessoas ao eminente risco de contaminação pelo vírus.
Em MT graças a Deus a situação está sob controle, logo, podemos contribuir muito para que continuemos sãos e salvos. Podemos e devemos evitar aglomerações em prefeituras, cartórios, plantões de vendas, eventos de lançamento imobiliário, etc.
Devemos apenas em casos extremamente necessários sairmos de nossas casas para atendimento presencial à clientes. Acalmemo-nos, isso vai passar e então retornaremos a nossa rotina habitual. Sabemos que 2020 está sendo o início de um ciclo próspero e duradouro para o nosso segmento, e com paciência, responsabilidade e cuidado, todos nós teremos muito sucesso. Com fé em Deus e esperança no coração, desejo a todos os meus amigos e amigas corretores e corretoras de imóveis de MT, clientes e parceiros, dias melhores. Abraços.

Claudecir Contreira, Vice Presidente do CRECI MT.

Continue lendo

Claudecir Contreira

Respeito a profissão de corretor de imóveis

Publicado

Há alguns meses o CRECI MT, sem respeitar os trâmites legais (ex. Consultar a diretoria, na qual me incluo) fechou um convênio/parceria com uma empresa/aplicativo, denominada TOC TOC. Essa empresa não é imobiliária e tampouco seu representante é corretor de imóveis inscrito. Basicamente, a tal parceria consiste em repasse de informações cadastrais nossas a eles (empresa), direito de mídias escritas e faladas, bem como participação dessa empresa nos eventos oficiais do CRECI.

 

Pois bem, não existe legitimidade nesse convênio/parceria, o que ocorre é que a empresa estaria praticando exercício ilegal da profissão, pois ela se predispõe a prestar serviços que até então são direitos exclusivos das imobiliárias e corretores devidamente credenciados e amparados pela lei Federal 6.530. “A tragédia anunciada” dessa história é que o nosso CRECI, ou quem o representa, em nome do CRECI, estaria na prática facilitando ou acobertando esse EXERCÍCIO ILEGAL. Sabemos que a situação econômica e política do mercado imobiliário ainda não se estabilizou por completo e vivemos ainda dias difíceis. Sabemos de nossa luta contra os ILEGAIS que tanto prejuízos causam à sociedade. Sabemos também que há bem pouco tempo a ilegalidade prevalecia dentro de muitos escritórios em nosso estado. Por esses motivos venho aqui de público (DEPOIS DE FAZER ISSO PARTICULARMENTE AO PRESIDENTE BENEDITO), já que ele abriu a portas do CRECI a esse pessoal, inclusive, motivou o lançamento do aplicativo no auditório do CRECI, pedir para que cada corretor, cada imobiliária, cada conselheiro do CRECI MT tenha postura profissional e institucional para, juntos, pedirmos ao presidente Benedito que respeite nossa classe profissional e extirpe, de uma vez por todas, essas parcerias DANINHAS a nossa vida profissional. Estou à disposição para possíveis esclarecimentos. Saudações Imobiliárias! Contreira, vice-presidente do CRECI MT e Conselheiro Federal do COFECI.

P.S.:  “Se o CRECI que tem por princípio combater os ILEGAIS ampara esse tipo de conduta, a quem recorremos para combater a postura ILEGAL do CRECI?”

 

Claudecir Contreira é Vice-presidente do CRECI/MT e Conselheiro Federal do COFECI.

 

Continue lendo

Política MT

Polícia

Mato Grosso

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana