Polícia

Preso suspeito de colocar fogo na residência de ex-mulher em Sorriso

Publicados

em

Foi preso, esta manhã, o principal suspeito de atear fogo em uma residência de alvenaria localizada na rua Joinville, no Jardim Primaveras, no último dia 14. Não havia ninguém no imóvel no momento do incêndio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o combate das chamas. O homem é ex-marido da moradora.

“O homem supostamente teria ateado fogo na residência da ex-esposa. A Polícia Civil iniciou as investigações e representação pela prisão preventiva, o Ministério Público se manifestou favorável e saiu a decisão para cumprimento. Ele vai ser encaminhado a cadeia. Ele já tem um histórico de violência doméstica contra mulher, já tinha medida protetiva. No mês passado, a vítima tinha informado que ele foi até sua residência e revirou. A situação só foi agravando quando ele resolveu colocar fogo na residência”, disse o delegado de Polícia Civil, Márcio Portela.

No dia do incêndio a ex-mulher que trabalha como diarista contou que “por volta das 22h eu já estava dormindo, ouvi ele me chamar na porta. Quando saí não vi mais nada. Chamei os vizinhos, eles não viram nada e falaram para dormir na casa deles. Acordei pelo barulho do fogo. Mês passado ele quebrou minha casa inteira, sumiu com minhas roupas e da minha filha. Encontramos no bueiro da esquina. Eu tenho medida protetiva desde julho. Espero justiça para viver minha vida em paz”.

 

 

*FONTE:Só Noticia

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Fachin anula todas as condenações de Lula na Lava Jato, que volta a ser elegível

Publicados

em

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, declarou a incompetência da 13Ð Vara Federal de Curitiba para o processo e julgamento das quatro ações da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – tríplex do Guarujá, sítio de Atibaia e sede do Instituto Lula e doações da Odebrecht – , anulando todas as decisões daquele juízo nos respectivos casos, desde o recebimento das denúncias até as condenações, o que torna o petista elegível.

O relator da operação no Supremo determinou a remessa dos autos dos processos à Justiça Federal do Distrito Federal, que vai decidir ‘acerca da possibilidade da convalidação dos atos instrutórios’. Em razão do entendimento, o ministro ainda declarou a perda de objeto de dez habeas corpus e quatro reclamações apresentadas à corte pela defesa do petista.

Em decisão de 46 páginas, o ministro Edson Fachin apontou que, na ação penal do tríplex, o único ponto de ‘intersecção entre os fatos narrados’ na denúncia contra Lula e a competência de Curitiba foi o pertencimento do grupo OAS ao cartel de empreiteiras que atuava de forma ilícita nas contratações da Petrobrás.

‘Não cuida a exordial acusatória de atribuir ao paciente uma relação de causa e efeito entre a sua atuação como Presidente da República e determinada contratação realizada pelo Grupo OAS com a Petrobras S/A, em decorrência da qual se tenha acertado o pagamento da vantagem indevida’, anotou Fachin.

Ao estender a decisão para as outras três ações penais – sítio de Atibaia, terreno do Instituto Lula e doações da Odebrecht – o ministro afirmou que existem as mesmas problemáticas. ‘Em todos os casos, as denúncias foram estruturadas da mesma forma daquela ofertada nos autos da Ação Penal n. 5046512-94.2016.4.04.7000/PR, ou seja, atribuindo-lhe o papel de figura central do grupo criminoso organizado, com ampla atuação nos diversos órgãos pelos quais se espalharam a prática de ilicitudes, sendo a Petrobras S/A apenas um deles’, registrou o ministro.

Junto de sua decisão, Fachin divulgou uma nota afirmando que a questão da competência já foi suscitada pela defesa de Lula em outros momentos, mas que é a ’primeira vez que o argumento reúne condições processuais de ser examinado, diante do aprofundamento e aperfeiçoamento da matéria pelo Supremo Tribunal Federal.

‘Nas ações penais envolvendo Luiz Inácio Lula da Silva, assim como em outros processos julgados pelo Plenário e pela Segunda Turma, verificou-se que os supostos atos ilícitos não envolviam diretamente apenas a Petrobras, mas, ainda outros órgãos da Administração Pública. Segundo o Ministro Fachin, especificamente em relação a outros agentes políticos que o Ministério Público acusou de adotar um modus operandi semelhante ao que teria sido adotado pelo ex-Presidente, a Segunda Turma tem deslocado o feito para a Justiça Federal do Distrito Federal’, registrou o texto.

 

 

*FONTE: Estadão

Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende em flagrante assaltante envolvido em roubo em supermercado em Várzea Grande

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um dos autores do roubo cometido em um mercado em Várzea Grande, foi preso pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf-VG), na sexta-feira (05.03), poucas horas após a ação criminosa. O suspeito de 30 anos foi autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado.

O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (05) em um estabelecimento comercial no bairro Nova Várzea Grande, quando dois homens armados invadiram o local e renderam a vítima.

Além de vários celulares e outros pertences como anéis e correntes das vítimas, foram subtraídos cerca de R$ 21 mil em dinheiro, referente ao caixa do dia anterior e ao pagamento dos funcionários do mercado que ainda seria realizado. Na fuga, os suspeitos levaram o aparelho DVR do sistema de monitoramento da casa comercial, e ainda efetuaram dois disparos de arma de fogo.

Assim que acionados a equipe da Derf-VG passou a apurar a ocorrência, e com diversas diligências e minuciosa análise das imagens captadas pelas câmeras de segurança das proximidades, foi possível identificar um dos envolvidos, assim como o automóvel utilizado no crime.

Diante das evidências, o suspeito foi localizado pelos policiais civis e conduzido até a Derf-VG, onde foi interrogado e autuado em flagrante por roubo majorado. Um dos aparelhos celulares roubado também foi recuperado e restituído para a vítima.

O preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Várzea Grande, ficando à disposição da Justiça. As investigações continuam para a prisão dos outros envolvidos e recuperação do valor roubado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Fiscalização da Polícia Civil constata festa clandestina e duas pessoas são presas em flagrante

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Durante fiscalização para reforçar o cumprimento do Decreto Estadual e Municipal de mitigação propagação do coronavírus, a Polícia Civil em Vila Bela da Santíssima Trindade identificou uma casa, na noite de sábado (06.03) onde era realizada uma festa, com aglomeração de pessoas, consumo de bebidas alcoólicas e som ambiente.

As fiscalizações são realizadas para apurar se moradores estão cumprindo o toque de recolher determinado pelas administrações estadual e municipal.

Foi possível avistar o evento a partir da rua, pois o portão da residência estava parcialmente aberto.  A constatação da festa também se dava pela concentração de veículos estacionados em frente ao local e pelo equipamento de som ligado.

Ao realizar a abordagem ao local do evento a equipe da Polícia Civil percebeu a presença de duas adolescentes que estavam ingerindo bebida alcoólica. Questionadas sobre o fato, elas indicaram a pessoa que teria fornecido a bebida alcoólica e o responsável pelo evento.

As duas pessoas foram identificados e, juntamente com as menores, encaminhadas para a Delegacia da Polícia Civil de Vila Bela. O Conselho Tutelar do município foi acionado e acompanhou a ação.

Os dois adultos foram presos em flagrante pelo crime de fornecer bebida alcoólica para criança ou adolescente (Art. 243 do ECA) e as adolescentes ouvidas e entregues ao Conselho Tutelar.

Os fatos constatados pelas equipes policiais serão comunicados às autoridades administrativas de Vila Bela que poderão definir a imposição de sanções pecuniárias regulamentadas pelo Estado de Mato Grosso.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana