fbpx

Várzea Grande

Prefeitura implanta programa ‘Saúde na Escola’ em 52 unidades de ensino do município

Publicados

em

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio das secretárias de Saúde e Educação, realizaram na manhã desta sexta-feira, (05) a abertura oficial do Programa Saúde na Escola (PSE) de 2019 e assinatura do Termo de Compromisso Municipal entre as pastas. O evento foi realizado na Creche Municipal Jonas Pinheiro, no bairro da Manga. 

O Programa Social tem por objetivo o desenvolvimento de ações de promoção e atenção à saúde e de prevenção das doenças e agravos relacionados à saúde dos escolares, e também para recebimento de recursos financeiros e materiais. Para esse ano a novidade foi à parceria com outro programa social também desenvolvido pelas duas secretarias, o projeto “Sorria Várzea Grande”, que apresenta uma proposta de Promoção Social à Saúde Bucal. De início 52 escolas serão contempladas entre elas sendo 5 escolas estaduais.    

Participaram da solenidade de abertura das ações autoridades como a prefeita de Várzea Grande Lucimar Sacre de Campos, o senador Jayme Campos, vereadores, secretários das respectivas pastas executoras dos projetos e servidores que compõem as equipes de coordenação.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos agradeceu aos organizadores dos programas pelo empenho e dedicação em executar um trabalho que para ela é muito importante, pois se trata não só de cuidar da saúde das crianças, mas promover uma qualidade de vida para esse público.   

“Esse é um trabalho importante que vai da orientação ao tratamento. Devemos cuidar da saúde de nossas crianças e vir até elas antes que elas precisem vir até nos, estamos falando em qualidade de vida e bem estar à elas e aos seus pais. Orientação e cuidados devem andar sempre juntos, e essa é uma parceria que prezamos muito em nossa gestão e assim vai continuar sendo”, afirma a prefeita.   

Já o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes disse que é uma honra fazer parte desse projeto e aproveitou a ocasião para parabenizar todas as equipes envolvidas no programa.

“Sabemos que investir nas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade é um novo horizonte. O projeto está sendo bem executado tanto pela equipe da Saúde como da Educação. O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino. O público beneficiário são os estudantes da Educação Básica, gestores e profissionais de educação e saúde, comunidade escolar. A Escola é a área institucional privilegiada deste encontro da educação e da saúde. Espaço para a convivência social e para o estabelecimento de relações favoráveis à promoção da saúde pelo viés de uma Educação Integral”, destacou o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes.

Para o secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis o Projeto identifica as prioridades e aspectos que precisam ser redimensionados e/ou qualificados no âmbito das ações de educação e saúde no território municipal. A Agenda de Educação e Saúde é uma estratégia fundamental de implementação das ações compartilhadas

“No âmbito da escola as atividades de planejamento definiram os detalhamentos da condução desse processo participativo integrado aos estudos e ao Projeto Político Pedagógico que representam uma oportunidade ímpar para os exercícios de cidadania. Por meio do diálogo entre comunidade escolar e equipe da Estratégia Saúde da Família, a Agenda de Educação e Saúde envolveu todos de forma a resolver também os problemas de saúde das crianças e jovens da Rede de Ensino do município. É um Projeto ousado e muito importante para todos, onde saúde e educação se unem para promoção da saúde coletiva dos alunos em suas necessidades básicas”, defendeu o secretário Sílvio Fidelis.

De acordo com a coordenadora do Saúde na Escola, Raquel Gonçalves Sampaio Picolo, o projeto visa também reduzir a vulnerabilidade dos jovens adolescentes, no que tange a prevenção contra a DST’s (doenças sexualmente transmissíveis), gravidez na adolescência, uso do álcool, drogas, prevenções de doenças, entre outros. Raquel garante que o sucesso do projeto é resultado do esforço de todos que participam das ações, para oferecer a essas crianças uma vida mais saudável.   

“Além da promoção à saúde como um todo os projetos também contribuem para a educação em saúde. Quando os educadores e alunos percebem que esses hábitos propiciam melhor qualidade de vida, sem dúvidas estão motivados a colocá-los em prática, com regularidade. Além de tudo se tornam multiplicadores, levando esses conhecimentos para a família e toda a comunidade”, frisa Raquel.      

Dona Elma Santos, esteve na unidade para acompanhar os netos que estudam na unidade e aproveitou para saber mais sobre o Projeto. “Fico muito feliz em ver o quanto a prefeita Lucimar está olhando para nós, esse projeto será muito bom para nossas crianças, meu neto mesmo de 3 anos está precisando de oftalmologista, serviço que já vai ter nesse programa”, comemorou a avó das crianças e moradora do bairro da Manga. 

Por: Letícia kathucia – Secom/VG

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Várzea Grande

Várzea Grande libera vacina para idosos a partir de 81 anos

Profissionais de saúde que ainda não receberam a primeira dose devem se cadastrar para a imunização.

Publicados

em

Da Redação

A prefeitura de Várzea Grande está cadastrando idos a partir de 81 anos para recebimento da primeira dose da vacina contra o covid-19. O município recebeu do Governo do Estado, na última terça-feira (9), 1.800 doses do imunizante e segue as diretrizes do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

Profissionais de saúde, empregados ou autônomos, que ainda não receberam a primeira dose devem se cadastrar para a imunização. Os que já foram vacinados receberão a segunda dose até o próximo domingo (14).

Para receber as vacinas, as pessoas deve se cadastrar no site oficial da vacinação em Várzea Grande, clicando aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Metropolitano abre mais 10 leitos para pacientes com covid-19

Segundo a Secretária de Saúde, esta semana foram inaugurados 30 leitos de UTIs no Estado.

Publicados

em

Da Redação

O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, abriu, nesta quarta-feira (10), 10 novos leitos de UTI para atender pacientes com covid-19. A unidade hospitalar é referência estadual no tratamento da doença. Com a ampliação, o hospital passa a contar com 80 leitos de UTI e 178 de enfermaria.

“Esta semana disponibilizamos 10 novos leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa e outros 10 no São Lucas, em Primavera do Leste. Hoje, entregamos mais 10 leitos no Hospital Metropolitano. São 30 novos leitos de UTI para pacientes do SUS”, declarou o secretário estadual de saúde Gilberto Figueiredo.

A Secretaria estuda a ampliação de leitos em Cáceres, Rondonópolis, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Alta Floresta.

“Essas ampliações são necessárias para que possamos ficar numa situação menos desconfortável e ter leitos de UTI suficientes para caso haja o agravamento da pandemia”, disse Figueiredo.

Na última terça-feira (09.02), Mato Grosso registrou 73,6% de ocupação das UTIs públicas referenciadas para o tratamento da Covid-19. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS), restam 108 leitos de Terapia Intensiva disponíveis em todo o Estado; as vagas são exclusivas para o atendimento de pacientes com novo coronavírus.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Surto de Covid fecha Câmara de Várzea Grande

Três servidores testaram positivo para a doença.

Publicados

em

Da Redação

A Câmara Municipal de Várzea Grande suspende as atividades administrativas e parlamentares na Casa de Leis, devido  três servidores testarem positivos para a Covid 19. A publicação da medida será feita nesta quarta-feira (10) no Jornal Oficial dos Municípios (AMM).

“Suspender as atividades presenciais, incluindo o atendimento ao público por sete dias, devendo as atividades serem realizadas em home office e tele-bralho”, é destacado na publicação.

O presidente da Casa de Leis,  o vereador Fábio José Tardin – Fabinho (DEM), relata que a medida é para proteger a saúde dos demais servidores e munícipes

“Infelizmente tivemos estes casos dentro da Câmara, porém, quero pedir para que os demais trabalhadores se cuidem, higenize as mãos, evitem aglomerações e usem máscaras. Todas as medidas preventivas foram tomadas, inclusive com desinfecção de ambiente,  mas o servidor pode se contaminar fora do Legislativo.  Por isto, estamos suspendendo os trabalhos para evitar de termos uma propagação interna”, destaca o vereador.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana