fbpx

Cuiabá

Prefeitura dá continuidade às discussões para definição de Eixos Temáticos da Agenda 2030

Publicados

em


Davi Valle

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá renovou o compromisso em continuar promovendo ações que contribuam para efetivação da cultura do planejamento na gestão municipal.  O prefeito Emanuel Pinheiro assinou no mês de maio desse ano, o Termo de Adesão ao Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado (PDI) do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A partir da assinatura, foi dado início ao processo de Realinhamento do Plano Estratégico para o período de 2021/2030- Agenda 2030.

Cuiabá é signatária do Pacto Global da ONU sendo esse uma iniciativa que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças comprometidas e inovadoras. Os últimos encontros foram realizados no decorrer da semana, de forma remota para evitar aglomeração de pessoas.

A Agenda Cuiabá 2030 propõe a reconstrução e revisão do Mapa Estratégico para a próxima década. Dentro da dinâmica do planejamento, é fundamental que a Identidade Organizacional seja traduzida na abrangência dos objetivos para cada ano, nos mais diversos programas e projetos a serem implantados e implementados, o que demonstra a estratégia da atual gestão.

“A agenda 2030 para uma Cuiabá possibilitará o melhor atendimento, na busca dos melhores Resultados, que transforme, cada dia mais, numa Cuiabá melhor para se viver. Temos um compromisso renovado com a população cuiabana”, ressaltou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Encontros semanais foram realizados com a presença dos secretários, adjuntos e coordenadores das Secretarias para validação dos Eixos Temáticos construídos seguindo as vértices do programa Cidades Sustentáveis, interligados aos objetivos do Desenvolvimento Sustentáveis-ODS, no Pacto do Milênio.

“Para a efetiva redefinição, se fez necessário contemplar as intenções do Plano de Governo (2021-2024), as demandas dos Conselhos de Políticas Públicas, as metas previstas para os próximos dez anos, bem como as metas contidas no Pacto do Milênio, onde figuram os indicadores contidos nos objetivos do desenvolvimento sustentável, traduzidos em Objetivos, Indicadores e Metas previstas para atender o novo PPA (2022-2025)”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

Silvina Maria dos Anjos, representante da Assessoria Especial de Planejamento do Município (ASPLAN) lembra que foram muitas etapas do projeto de realinhamento das ações e projetos para elaboração da Agenda 2030- Desenvolvimento Sustentável na Gestão Emanuel Pinheiro. Foram feitas análises dos diagnósticos, os indicadores atuais do Executivo Municipal e os indicadores estabelecidos no Pacto Global da Agenda 2030. Lembrando também da importância de avaliar os cenários tanto positivos como os negativos.

Os eixos temáticos do Pacto Global são Governança, Bens Naturais Comuns, Equidade, Justiça Social e   Cultura de Paz, Gestão Local para a Sustentabilidade, Planejamento e Desenho Urbano, Cultura para a Sustentabilidade, Educação para a Sustentabilidade e Qualidade de Vida, Economia Local Dinâmica, Criativa e Sustentável, Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida, Melhor Mobilidade Menos Tráfego, Ação Local para a Saúde e Do Local para o Global.

“Com base nesses temas foram definidos os eixos de desenvolvimento que o plano vai ter, porque as secretarias têm que trabalhar a transversalidade. Para cada eixo devem ser definidos os indicadores, para cada conjunto de indicadores as metas para 2030. No entanto, serão definidas também as metas para 2024, encerramento da gestão Emanuel Pinheiro”, acrescentou Silvina.

Quem integra o grupo, também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 17 Objetivos do Desenvolvimento do Sustentável (ODS), que fazem parte da Agenda 2030, criada pela ONU, organizadas em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável –ODS.

As ações relacionadas ao Pacto Global da ONU e a integração dos ODS, são conduzidas pelo Centro de Inteligência de Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura de Cuiabá, em parceria com a ASPLAN e demais secretarias. “Estamos trabalhando diariamente, buscando sempre a integração dos projetos de Desenvolvimento Sustentável do município e reportar às instituições envolvidas as ações que o município desempenha e que vão ao encontro das prerrogativas dos nossos acordos e pactos internacionais”, ressaltou o gestor de Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura, Alex de Deus.

O próximo passo será, a partir dessa semana, cada secretaria irá definir as metas para 2030 e as respectivas iniciativas estratégicas que serão propostas – nesse período. Será elaborado um mapa da desigualdade, energia e clima de Cuiabá. Já na primeira semana de julho serão feitas reuniões estratégicas, por regional para apresentação das principais propostas para sociedade.

A Missão, Visão, Valores já foram pré-definidas com os conceitos dos Eixos Temáticos, do Programa Cidades Sustentáveis e o conceito dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, apontados por meio de membros representantes de cada pasta do Executivo Municipal. “A excelência da gestão se faz acima de tudo com planejamento. Desde o mandato anterior, nós imprimimos um ritmo avassalador de ações, entrega de obras, lançamentos sempre precedido de um planejamento e de uma responsabilidade fiscal. Não é à toa que a nossa gestão segundo o Ibope terminou o mandato com 86% de aprovação popular, uma das gestões mais bem avaliadas”, finalizou Pinheiro.

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá conclui imunização de carroceiros com a segunda dose da vacina contra a Covid-19

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Na manhã desta quarta-feira (4), 23 carroceiros concluíram seu esquema vacinal contra a covid-19 no Centro de Convivência de Idosos “Maria Ignês de França Auad”, localizado no bairro CPA 3, ao lado do eco ponto onde os carroceiros trabalham. Eles fazem parte do grupo de pessoas em vulnerabilidade social, criado pelo prefeito Emanuel Pinheiro e pela primeira-dama Márcia Pinheiro, por entenderem que se tratam de trabalhadores que, pela função que exercem, já estão muito expostos ao coronavírus, além de serem pessoas que muitas vezes não dispõem de acesso à internet para fazer o cadastro para a vacinação. O grupo é composto, além dos carroceiros, por catadores de recicláveis, motoristas do transporte coletivo e garis (tanto da coleta quanto da varrição de rua). 

O primeiro carroceiro totalmente imunizado foi Jair de Arcanjo, 45, que há mais de 20 anos trabalha no ramo. Ele não conseguia conter a alegria após receber a dose do imunizante. “Opa! Faz dias que estava na expectativa da segunda dose!” disse sorridente. “Nos protegemos com medo dessa doença e, graças a deus, ninguém lá em casa pegou essa doença. Minha mãe e minha mulher já vacinaram também. Minha mulher vai tomar dia 12 a segunda dose. É uma sensação boa ver a população sendo imunizada, dá mais esperança”, afirmou.

Marcelo dos Santos Bondespacho, 39 anos, que desde os 8 anos de idade trabalha com a carroça e o cavalo, se declarou feliz. “Minha esposa já tomou a primeira dose. Ave Maria! Eu quero que sai a vacina para os guris também porque meu filho voltou para a escola hoje. Muito bom essa vacina ter vindo aqui porque muita gente não tem chance de ir atrás e, vindo aqui, nos ajudou pra caramba!”.

Há 40 anos na lida como carroceiro, Roberto Soares de Amorim, 61, foi vacinado no “horse-thru”, ou seja, a bordo da carroça e afirmou estar “aliviado e feliz”. “Foi um benefício muito bom, eu agradeço muito ao prefeito”, disse. Destacando a importância da prevenção, o idoso não contraiu a covid-19 e elencou os cuidados que todos precisam seguir mantendo. “Tem que cuidar, usar máscara, não ficar em tumulto de gente, lavar a mão toda hora, passar o alcoolzinho na mão, se puder tomar banho melhor ainda! Lavar e desinfetar a roupa, o quintal tem que estar limpinho, a casa limpinha… tudo isso ‘nós precisa’. Nós somos coletores da reciclagem, a gente contribui com as pessoas também e por isso, a gente precisa da ajuda das pessoas para trabalhar”, comentou. 

Quem também não conseguiu conter a alegria e emoção durante a vacinação dos carroceiros, foi a técnica de enfermagem Claudete Alves, que exerce a profissão há 19 anos e, nesta pandemia, já viveu polos extremos, como a perda de um irmão para a covid-19, há 5 meses, e a participação ativa no combate a doença. Ela atua na campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, no polo do SENAI Porto, mas também já teve a oportunidade de vacinar reeducandos dentro de presídio, trabalhadores da Assistência social na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e, agora, no CCI, com a aplicação da vacina nos carroceiros. 

“É uma experiência boa, gostosa, gosto muito do que eu faço. A gente trabalha com alegria, passa essa alegria e confiança para o paciente porque muitas pessoas ainda têm receio de tomar, tem quem está escolhendo a vacina. Mas a gente fala e repete: vacina boa é vacina no braço. Todas as vacinas são boas. A gente da área da saúde, que estamos na linha de frente, tomamos a Coronavac. Então a eficácia dela também é muito boa. Todas são boas. Então, que as pessoas compareçam e não deixem de tomar a vacina. Que pensem na família que deixa em casa e nos colegas de trabalho também”, disse emocionada. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Secretaria Municipal da Mulher fortalece ações de enfrentamento à violência no mês “Agosto Lilás”

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Dando visibilidade à Lei Maria da Penha e intensificando o alerta sobre os direitos das mulheres, a Secretaria Municipal da Mulher preparou para o mês de agosto uma extensa programação. Serão desenvolvidas palestras, capacitações, blitz informativa e também o lançamento de campanhas como “Meu corpo não é corrimão”. As ações integram a programação do ‘Agosto Lilás’, que tem como objetivo conscientizar a sociedade para o fim da violência contra à mulher e contam com fomento da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, uma ativista da causa.

Neste ano, a Secretaria da Mulher contará com um espaço especial instalado em um shopping center da capital onde serão disponibilizadas informações para o enfrentamento à violência doméstica.

De acordo com a secretária da pasta, Luciana Zamproni, é preciso estar atento quando o assunto é violência contra a mulher. Na maioria das vezes, o crime acontece de forma silenciosa. Ela reforça que a sociedade precisa estar em alerta e a qualquer sinal e é preciso que seja denunciado.

“A campanha “Agosto Lilás” nasceu com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais”, explica.

A primeira-dama, Marcia Pinheiro ressalta que no dia 7 de agosto, a Lei Maria da Penha – que criou mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra mulheres de todo o Brasil – completará 15 anos. Ela destaca que neste mês os trabalhos serão intensificados para que aconteça ainda mais uma conscientização da violência contra mulher.

“Todos os dias mulheres são ofendidas e caluniadas por seus companheiros, namorados ou até mesmo colegas de profissão. Muitas vezes, acreditam na mudança e acabam não denunciando por medo ou por se sentirem culpadas. Quantos casos estamos presenciando na nossa cidade de violência contra mulher? Isso é  assustador e temos que nos unir e denunciar”, pontua.

Em Cuiabá é ofertado às mulheres vítimas de violência o Espaço de Acolhimento, instalado no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que atende 24 horas por dia, todos os dias da semana. A Casa de Amparo auxilia e realiza o acolhimento às mulheres em situação de violência decorrente da desigualdade de gênero, doméstica e familiar, psicológica, sexual, física, moral e patrimonial, e também auxilia no encaminhamento das mulheres ao abrigamento, quando necessário.

Veja a programação dessa semana:

05/08 – Roda de Auto Amor

06/08 – Campanha “Meu corpo não é corrimão” (Praça Alencastro)

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Levantamento traça perfil de pessoas em situação de rua na capital e vai fortalecer ações da assistência social

Publicados

em


vICENTE aQUINO

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência realizou na 2ª quinzena do mês de junho, a 4ª Edição do Projeto “Quero te Conhecer- Pop Rua”. O novo levantamento feito nos dias 15, 16 e 17 de junho, aponta que 96 encontram-se em situação de rua na capital. No ano de 2019, o levantamento realizado pela pasta identificou  212 pessoas.

A ação tem por objetivo conhecer e identificar as pessoas em situação de rua, visando otimizar a intervenção socioassistencial, ou seja, sensibilizá-las quanto a importância do acolhimento. O município de Cuiabá conta com três albergues municipais (Guia, Porto e Manoel Miraglia), além do Hotel Albergue, instalado nesse período de enfrentamento a pandemia do coronavírus por determinação da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro.

No total, foram entrevistadas 292 sendo que, 196  estavam abrigadas nas unidades de acolhimento para adultos. Outras 96, foram identificadas nos serviços de busca ativa, que é realizado na rua. A maior incidência foi registrada na praça Luiz de Albuquerque (Porto), nas proximidades da Rodoviária de Cuiabá e na região central, imediações do Morro da Luz.

O levantamento apontou ainda dentre os entrevistados, existe a predominância do gênero masculino, 82%. A ação apontou o registro de 26 mulheres, sendo 11 em unidades de acolhimento e 15 em situação de rua. Na totalidade, os pesquisados informaram fazer uso de substâncias psicoativas há muito tempo. Prevalece nessa população a faixa etária de 18 a 40 anos, somando 149 pessoas.  A maioria, é solteira, perfazendo o percentual de 86%.

Os resultados serão empregados para instrumentalizar técnicos e gestores na realização de intervenções a fim de sanar fatores que levam pessoas a recorrer às ruas como meio de sobrevivência.

O Projeto Quero te Conhecer POP RUA foi instituído em 2017, identificando naquele ano, 125 pessoas. Já em 2018, 150. Em 2019, foram contabilizadas 212 pessoas.

“É notável o decréscimo, embasado nos dados apresentados. Com esse resultado de 2021 fica clara a importância do trabalho realizado pela equipe de abordagem, nos Centros de Referência Especializado em Assistência- Creas e pelos profissionais que atuam nas unidades de acolhimento”, declarou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

“Isso demonstra mais uma vez que a gestão do prefeito Emanuel Pinheiro trabalha voltada pela humanização dos serviços. Graças ao apoio incondicional da nossa primeira-dama Márcia Pinheiro, contamos com todo suporte necessário para realizar as ações com eficiência, qualidade e presteza”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Outro fator que merece ser evidenciado, comentou Hellen Ferreira, refere-se ao acolhimento emergencial no Hotel Albergue, que disponibiliza de 80 a 120 acolhimentos diários, criado no mês de abril do ano passado.

Com a unidade, a capacidade de acolhimento no município aumentou de 150 para 240 vagas. Nos albergues, são disponibilizadas 150 vagas diariamente.

“Com isso, é possível assegurar a garantia dos direitos sociais, além da oferta de um ambiente higienizado e seguro, reduzindo significativamente a quantidade desta população nas ruas”, acrescentou a secretária.

A coordenadora de Proteção Especial, Maggie Carolina, relata que o trabalho é permeado por dificuldades, considerando a falta de um endereço fixo dos componentes, a diversidade dos grupos e suas distintas localizações. Outro agravante é a rotatividade dessas pessoas nas Unidades de Acolhimento, onde geralmente não permanecem por tempo suficiente para que a equipe técnica possa estabelecer um plano de trabalho efetivo e realizar os encaminhamentos necessários para rede de saúde, educação, mercado de trabalho, entre outros.

“Quero aqui registar que mesmo em meio desafios encontrados, o trabalho junto à população em situação de rua tem sido executado de forma a amenizar as violações de direitos, mesmo para aqueles que não aceitam o acolhimento.

Ela relembra ainda que a Assistência Social presta atendimento diário através das abordagens sociais realizadas pelo Serviço Especializado de Assistência Social- SEAS, além também da distribuição de refeições no horário do almoço, de segunda a sábado em vários pontos da cidade, visando garantir a segurança alimentar, sendo também entregue cobertores nos dias de queda na temperatura”, pontuou Maggie.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana