Polícia

Polícia Civil encaminha 29 armas para destruição em São José dos Quatro Marcos

Avatar

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

 

Vinte e nove armas de fogo apreendidas em procedimentos policiais instaurados na Delegacia de São José dos Quatro Marcos (315 km a oeste de Cuiabá) foram entregues pela Polícia Civil, na segunda-feira (12.04), ao Exército Brasileiro para destruição.

As armas de fogo, sendo 15 espingardas, 10 revólveres e quatro pistolas, foram apreendidas em ações policiais e estavam relacionadas a inquéritos policiais antigos instaurados pela Polícia Civil.

 

De acordo com o delegado de São José dos Quatro Marcos, Edison Ricardo Pick, as armas e munições retornaram do Fórum em 2017, quando o Poder Judiciário deixou de receber armamentos e devolveu armas e munições de procedimentos que estavam em seu poder.

O armamento estava armazenado no cofre da unidade policial e foi encaminhado para destruição após representação do delegado.  A remessa de armas foi  entregue ao 2º Batalhão de Fronteira em Comando de Fronteira Juaru/ 66º Batalhão de Infantaria Motorizada, localizado no município de Cáceres. 

“O trabalho foi para destruição de todo armamento apreendido e que estava armazenado na delegacia foi iniciado em 2019 e está sendo finalizado agora devido aos trâmites necessários”, explicou o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende autor de roubo e estupro praticado contra jovem em Nova Mutum

Avatar

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O autor de um crime de roubo seguido de estupro ocorrido em Nova Mutum (264 km a médio-norte de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na quinta-feira (06.05), finalizando o trabalho de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O roubo seguido de estupro cometido contra uma jovem de 20 anos ocorreu no dia 20 de março e desde então a equipe da Derf Nova Mutum realizava diligências para identificar e prender o autor do crime.

O suspeito de 29 anos identificado como autor do crime bárbaro foi flagrado em posse de um telefone celular, produto de roubo praticado no dia 02 de abril contra outra vítima. Durante as buscas na residência, os policiais também encontraram o aparelho celular da vítima de roubo e estupro.

Na delegacia, a jovem fez o reconhecimento fotográfico do suspeito, reconhecido o conduzido como autor do crime. Com base nos fatos, a delegada Angelina Ticianel representou pela decretação da prisão preventiva do suspeito, a qual foi deferida pelo Judiciário e devidamente cumprida.

Em buscas no sistema, os policiais encontraram outro mandado de prisão expedido contra o suspeito, pela Comarca de Tapurah, também pelo crime de roubo, sendo dado efetivo cumprimento a ordem judicial.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende autor de furto de R$ 1,6 mil de dentro de bolsa de cliente em supermercado atacadista

Avatar

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O furto de uma expressiva quantia de dinheiro de dentro da bolsa de cliente em um supermercado atacadista foi esclarecido pela Polícia Civil, no sábado (08.05), logo após a vítima procurar a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). Um funcionário terceirizado foi identificado como autor do crime e foi autuado em flagrante pelo furto.

As investigações iniciaram quando a vítima de 63 anos procurou a Derf-VG o furto de mais de R$ 1,6 mil de dentro de sua bolsa, ocorrido dentro do atacadista. Segundo a comunicante, ela estava no supermercado, quando retirou a bolsa do carrinho para organizar as compras e deixou em cima de um palet.

A bolsa foi devolvida no setor de perdidos e achados do supermercado, porém a quantia em dinheiro havia desaparecido. Com base nas informações, os policiais da Derf-VG foram até o atacadista, onde em análise das câmeras de segurança foi possível identificar o autor do furto como sendo um funcionários terceirizado que triabalha na empresa.

Nas imagens, ele aparece pegando a bolsa, ficando com ela por algum tempo, até que o corredor ficasse vazio, momento em que retirou algo de dentro dela e escondeu no bolso da roupa que usava. O próprio funcionário após cometer o furto devolveu a bolsa no setor de perdidos e achados do supermercado.

Diante das evidências, os policiais da Derf-VG realizaram diligências em busca do suspeito que foi preso em flagrante em posse de R$ 1.642 furtados da bolsa da vítima. O suspeito foi conduzido à delegacia, onde após ser interrogado pela delegada, Elaine Fernandes de Souza, foi autuado em flagrante pelo furto.

“A vítima agradeceu a equipe policial, afirmando que não poderia perder o dinheiro que havia acabado de sacar para efetuar o pagamento semanal dos seus funcionários, assim como outras contas do seu comércio”, disse a delegada.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Alvo de operação que investiga roubo de gado é localizado em pesqueiro em Porto Cercado

Avatar

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais um investigado pela participação no roubo de 82 cabeças de gado ocorrido no mês de janeiro em uma fazenda em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, neste sábado (08.05), na terceira fase da operação “Boi Brabo”. O suspeito era considerado foragido e foi localizado em um pesqueiro na região de Porto Cercado.

O mandado de prisão temporária contra o investigado, que é ex-funcionário da propriedade, foi expedido em meados do mês de março, quando durante as investigações, foi identificada a participação dele no roubo. Desde então, o suspeito não foi mais localizado.

Nesta semana, a equipe de investigadores da Delegacia de Poconé recebeu informações que o foragido estava escondido em um pesqueiro na região de Porto Cercado, de propriedade de uma amiga de sua mãe. Segundo as investigações, o suspeito estava cuidando do local, mas tinha planos de fugir para longe, dificultando a sua localização pela Polícia.

Com base na informação, os policiais de Poconé entraram em contato com a Delegacia Regional de Várzea Grande solicitando apoio para montagem de uma estória-cobertura, com o fim de dar cumprimento ao mandado de prisão contra o investigado.

O delegado de Poconé, Maurício Maciel Pereira Junior, explica que para ação ser bem sucedida era necessária a participação de policiais que não fossem conhecidos pelo suspeito, para que ele não empreendesse fuga mata adentro no momento da abordagem, sendo então montada uma equipe com policiais da 2ª e 3ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande.

“A equipe simulou que foi passar o dia no pesqueiro, levando equipamentos de pesca, isopor e outros apetrechos, para esperar o melhor ocasião para dar cumprimento ao mandado de prisão, uma vez que a região não é conhecida por nós e diante de uma situação de fuga seria muito difícil localizar o procurado”, disse o delegado.

Outra equipe da Delegacia de Poconé acompanhou os policiais, aguardando do lado de fora do pesqueiro. Durante a ação no local, os policiais conseguiram localizar o foragido e dar efetivo cumprimento ao mandado de prisão temporária. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Poconé para as providências cabíveis e posteriormente será colocado à disposição da Justiça.

Roubo e Investigações

O crime ocorreu no dia 05 de janeiro, em uma propriedade na zona rural de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá), quando funcionários e suas famílias foram rendidos e mantidos como reféns, trancados em um dos cômodos da sede da fazenda por aproximadamente 19 horas.

Do local foram roubados 82 cabeças de gado, cada uma avaliada em torno de R$ 2,5 mil,  localizadas e recuperadas pelos policiais civis e militares poucas horas depois do crime. Na ocasião, uma pessoa foi presa em flagrante delito.

No decorrer das diligências para esclarecimento do roubo, a Delegacia de Poconé ouviu várias testemunhas, vítimas, bem como foram colhidos indícios e diversos elementos de prova que possibilitaram a representação dos mandados e deflagração das três fases da operação.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana