fbpx

Mato Grosso

PM prende quadrilha depois de briga por dívida com o tráfico de drogas

Publicados

em

Três pessoas foram presas no sábado (13.04), em Alta Floresta (a 803 quilômetros de Cuiabá), por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade. Com eles foram apreendidos porções de maconha, dinheiro, um revolver calibre 38, sete munições, sendo seis deflagradas, e uma balança. Foram presos C.N.S. (24), C.T.A.S. (25) e R.F.D. (26).

Os policiais foram informados que um homem sujo de sangue perambulava pelas ruas do bairro Setor J. Em ronda pela região, os militares identificaram a pessoa que afirmou que a lesão foi provocada em uma briga, por causa de dívidas com o tráfico de drogas. Segundo o homem, os dois estavam armados, trocaram tiros e entraram em luta corporal.

O suspeito disse ainda que a arma estaria em sua residência, junto com as munições, além de entorpecentes. Dentro da casa os policiais confirmaram vários tiros nas paredes e cômodos, além de objetos e eletrodomésticos quebrados.

Em uma residência próxima, os policiais identificaram os outros suspeitos envolvidos, sendo uma mulher, que segundo depoimento, teria trazido 37 tabletes de maconha e mais duas armas de fogo para serem comercializados na cidade. Todos foram encaminhados à delegacia para as devidas providências.

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mato Grosso

Jovens conservadores são as promessas política da baixada cuiabana

Publicados

em

Presentes em movimentos de rua, Guilherme Oliveira e Natalia Rodrigues geram grandes expectativas para 2024

Nos últimos anos o Brasil vem se tornando cada vez mais politizado, cidadãos atentos nos jornais televisivos e nas mídias digitais. Principalmente se tratando de avaliar o trabalho dos políticos eleitos, bem como analisar as possíveis projeções de novos nomes.

Na baixada não é diferente, principalmente no cenário político atual. Onde a população acompanhou a postura dos políticos frente a pandemia, recursos do governo federal destinados a Mato Grosso, impostos, STF, defesa, liberdade, entre outras verbas destinadas especialmente para a saúde e educação, área mais afetada e prejudicada ao longo dos anos e também muito citada em campanhas políticas..

Em 2022 muito se fala na ausência de um bom nome para governo do estado, bem como parlamentares federais e estaduais alinhados com os interesses do povo.

Mas o que chamou atenção foi que, por mais que o pleito de 2022 não envolva vereadores, dois nomes ganharam projeção e já estão sendo bastante citados nas redes sociais. Muitos apontam como a promessa conservadora da política na baixada cuiabana.

Guilherme Oliveira, de 21 anos, nascido em Cuiabá, Mato Grosso.

Um deles é Guilherme Oliveira, de 21 anos, nascido em Cuiabá, Mato Grosso. O jovem graduado em gestão pública vem de família de militares estaduais. Conservador, recebeu no aeroporto em 2017 o então deputado federal na época, Jair Bolsonaro, e de lá para cá o jovem faz frente em movimentos de rua. Seja em 2018 na campanha de Jair Bolsonaro para presidente, bem como em movimentos e atos de apoio a determinadas pautas, como a reforma da previdência e o 7 de setembro pela liberdade. Criou a comissão do concurso da PMMT e BMMT, faz parte do movimento Direita Mato Grosso, presente em eventos do agro, como o 16º Aprosoja, faz publicações defendendo a posse de arma para o cidadão de bem, conversa com as pessoas nas ruas e nas redes sobre políticas públicas para capital Cuiabá e da ênfase na pauta da liberdade. Seu avô fez parte do PDS, partido extinto que foi o primeiro em Mato Grosso a defender o conservadorismo e o liberalismo econômico. Hoje o jovem segue dando continuidade no legado da família, defendendo pautas que o avô defendeu e que hoje o Presidente Jair Bolsonaro defende.

Natalia Rodrigues, 25 anos, nascida em Várzea Grande, Mato Grosso. 

O outro nome é de Natalia Rodrigues, 25 anos, nascida em Várzea Grande, Mato Grosso. Conservadora, a jovem formada em arquitetura e urbanismo apoia o Presidente Jair Bolsonaro desde sua candidatura em 2018, movimentou um grupo de apoiadores do presidente para o ato do 07 de setembro do ano passado (2021) e idealizou um grupo de jovens de direita que debate sobre política, com intuito de influenciar os jovens a se envolver e mostrá-los a importância da necessidade de ter um posicionamento político. Ela defende a família, faz o enfrentamento contra a doutrinação ideológica e tem forte presença nos bastidores da política.

A dupla vem ganhando força na baixada, sendo cogitados a vereadores de suas respectivas cidades, muitos citam como uma promessa conservadora. A projeção de ambos vem gerando grandes expectativas. Para alguns já dão ar de esperança, para os mais pragmáticos, ainda querem observar mais as futuras posturas e posicionamentos dos jovens.

Em 2022 a política brasileira promete, mas para quem gosta de futuro, em 2024 promete ainda mais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PSD oficializa candidatos para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa em Mato Grosso

Publicados

em

O Partido Social Democrático de Mato Grosso (PSD-MT) definiu suas chapas a deputado estadual e federal para as eleições deste ano. A homologação dos candidatos ocorreu na noite desta sexta-feira (5), durante convenção da sigla, em Cuiabá. Ao todo, o partido terá 28 candidatos, sendo 9 à Câmara dos Deputados e 20 à Assembleia Legislativa, assegurando a participação feminina na disputa eleitoral.

Além da homologação das chapas, os convencionais do PSD decidiram, por maioria, pela coligação do partido com o grupo composto pela Federação Brasil da Esperança (PV, PT e PC do B), além do Progressistas. O grupo conta com as candidaturas de Márcia Pinheiro (PV) ao governo e Neri Geller (PP) ao Senado. A exemplo do que ocorreu para a eleição presidencial, os candidatos e filiados terão a liberdade de apoiar qualquer candidato nas disputas majoritárias.

Presidente estadual do PSD, o senador Carlos Fávaro ressaltou o caráter democrático da decisão, que conseguiu contemplar os desejos de todos os filiados. “O PSD é feito destas pessoas, que todos os dias levam nossos ideais e conectam nossas decisões com os anseios da população. Na política é preciso ter lado, e o nosso lado sempre será o da população. Sairemos vitoriosos desta disputa”, afirmou.

Fávaro pontuou que, além disso, a resolução respeita a coerência da construção política iniciada ainda em 2020, depois da eleição suplementar para o Senado. “A convenção marca mais uma etapa na construção de um projeto que nós trabalhamos muito aqui em Mato Grosso, a candidatura do Neri Geller. Fizemos o Avança Mato Grosso, discutimos os avanços que defendemos para o estado e com esta proposta seguiremos com ele e com Márcia Pinheiro governadora, dando o direito de cada filiado ter sua liberdade para escolher o seu representante”, pontuou.

Para a chapa de candidatos a deputado federal, foram escolhidos a ex-reitora da Unemat, Ana Di Renzo; a ex-prefeita de Castanheira, Mabel Melanezi; a ex-vereadora por Poconé, Camila Silva; o advogado Irajá Lacerda; os ex-deputados estaduais Gilmar Fabris e Pedro Satélite; o ex-prefeito de Água Boa, Maurão; o vereador de Lucas do Rio Verde, Márcio Albieri; e o ex-vereador de Primavera do Leste, Paulo Márcio.

Já a chapa de candidatos a deputado estadual conta com os parlamentares Dr. Gimenez, Nininho e Wilson Santos. Além deles, o ex-vereador por Cuiabá, Toninho de Souza, o vereador da Capital, Pastor Jeferson; o ex-prefeito de Confresa, Gaspar; o vice-prefeito de Barra do Garças, Professor Sivirino; o vereador de Colíder, Rica Matos; além de Zize, Alex Rabelo, Josane Dias, Josielle Sampaio, Jucelma Oliveira, Marquinnhos, Jileine Ferreira, Stéfano do Carmo, Reck Junior, Professora Rosinha, Itami Siravegna e Viviane Ribeiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Ex-secretário é anunciado por Federação como vice de Márcia Pinheiro e ex-reitora da UFMT como 1ª suplente de Neri

Publicados

em

Finalizada as convenções partidárias, a Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdo B) em Mato Grosso, vem a público informar que fechou coligação majoritária com PP, PSD e Solidariedade, Essa ampla coligação tem como candidata a governadora a primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (PV) e vice-governador, o ex-secretário de Obras e de Serviços Urbanos de Cuiabá, Vanderlúcio Rodrigues (PP).

O candidato ao Senado é Neri Geller (PP), tendo como primeira suplente, a ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Neder (PCdoB) e segundo suplente, o ex-vice-prefeito de Juína, Luiz Brás (PT).

A Federação Brasil da Esperança também homologou chapa completa para a Câmara dos Deputados e 22 candidaturas à Assembleia Legislativa. “Conseguimos formar um arco de aliança forte com a vinda do PP, PSD e Solidariedade, para construir a vitória de Lula à presidência da República, de Márcia Pinheiro ao governo, Neri ao Senado e a eleição dos nossos deputados federais e estaduais. Vamos todos juntos reconstruir o Brasil e Mato Grosso”, afirmou o presidente da Federação, deputado estadual Valdir Barranco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana