fbpx

Polícia

PF faz operação contra grupo por usar “banco paralelo” que movimentou R$ 500 milhões com tráfico

Publicados

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (1), em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), a “Operação Argentarius”, que tem o objetivo de desestruturar uma organização criminosa que atuava como um banco paralelo financiando atividades criminosas como tráfico de drogas, contrabando de agrotóxico, roubo e adulteração de carga de insumos agrícolas. As investigações mostraram que foram movimentados mais de meio bilhão de reais.

Estão sendo cumpridos 29 mandados de busca e apreensão, sendo 27 em Mato Grosso – 23 em Rondonópolis e 4 em Cuiabá, um no Paraná (Paranavaí)e outro no Pará (Santana do Araguaia). Mais informações serão repassadas à imprensa por meio de uma coletiva às 9h30 desta manhã.

De acordo coma PF, o grupo atuava como um ‘banco paralelo’ da quadrilha, que movimentou mais de meio bilhão de reais. Só os dois principais alvos da operação movimentaram uma quantia superior a R$ 220 milhões e esses valores e bens são incompatíveis com a renda dos envolvidos, indicando que sejam produtos de atividades criminosas.

Verificou-se também a existência de laranjas que emprestavam suas contas para que ocultar a origem e destino dos valores. Da mesma forma, essas pessoas não possuem poder econômico para tais movimentações. A quadrilha também usa empresa de fachada. Foi constatada a existência de várias que não possuem nenhum funcionário registrado e indicavam endereços inexistentes.

O nome da operação faz referência aos “Argentarius”, que eram personagens do Império Romano responsáveis por bancos de depósito e operações de câmbio. Eram bancos particulares, com atuação, portanto, semelhante ao do principal alvo da operação.

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Foragido da Justiça de Sinop é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem envolvido em diversos crimes e considerado foragido da Justiça teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (20.01), em ação da Delegacia de Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá), em apoio a Delegacia de Sinop (499 km ao norte da Capital).

O suspeito, de 38 anos, envolvidos em crimes como organização criminosa, lavagem de dinheiro e outros vinculados a agrotóxicos estava com o mandado de prisão expedido pela Primeira Vara Criminal de Sinop e também foi autuado em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Com informações de que o foragido estava em uma residência no bairro Florais da Mata em Sorriso, os policiais realizaram o cerco no endereço, conseguindo flagrar o suspeito no momento em que o portão foi aberto.

No momento da abordagem, o suspeito estava nas mãos com uma pistola calibre .380 com 11 munições intactas no carregador. Em checagem no sistema, foi constado que a arma apreendida com o suspeito era produto de furto, ocorrido em Lucas do Rio Verde.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Sorriso, onde foram tomadas as providências cabíveis para o cumprimento do mandado e após ser interrogado, também foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Iraja Lacerda é a mais nova promessa politica de Mato Grosso

Publicados

em

A mais nova promessa da política mato-grossense tem nome, sobrenome e padrinho político, nome Iraja, sobrenome Lacerda , padrinho Favaro, isso tem causado uma crise política no contexto estadual, Iraja é filho do ex- Deputado José Lacerda,(MDB) afilhado de Favaro do PSD, apoia Neri Gueller para o Senado e será candidato a deputado federal.

Além de jovem, tem uma carreira empresarial de sucesso, esta hoje ocupando cargo de direção no Senado, tem uma atuação forte na região oeste do estado, tendo Cáceres e Pontes e Lacerda como base, mas tem ações políticas nos 141 municípios do estado, inclusive em Cuiabá e Várzea Grande, isso tem causado um certo alvoroço no meio político estadual, alguns candidatos a deputados da região estão fechados com o novo nome, isso tem causado a ira de quem se achava o dono desta base eleitoral, fontes informam que a briga já passou pelo TCE, AL e foi parar no paiaguás.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Um dos autores de roubo a caminhoneiro, no norte do estado, é preso pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um dos autores de um roubo com restrição à liberdade da vítima praticado contra um motorista de caminhão foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (19), em Sinop.

Na manhã de 22 de novembro do ano passado, o motorista, de 53, transportava defensivos agrícolas de Sinop com destino a Alta Floresta, quando foi abordado por um bando de criminoso, que usando de violência e armados, rendeu vítima na rodovia MT-320, próximo à cidade de Colíder.

Após a abordagem, parte do grupo pegou o caminhão com a carga e saiu em rumo desconhecido para fazer o descarregamento dos produtos. Outra parte da quadrilha manteve a vítima em cárcere privado por várias horas. Os criminosos ficaram andando com a vítima rendida no interior do carro. O motorista foi liberado pelo bando somente às 22h, sendo mantido por mais de 12 horas em poder dos criminosos.

Durante a investigação pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop e Gerência de Combate ao Crime Organizado, os policiais conseguiram identificar um dos autores do fato, responsável em manter a vítima como refém. O criminoso foi preso nesta quarta-feira.

O outro criminoso que também manteve a vítima em restrição de liberdade foi preso anteriormente pela Polícia Militar.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana