fbpx

Política Nacional

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao Aedes aegypti, transmissor da Dengue

Publicados

em

Ele tem em média 1 centímetro de tamanho, possui riscos brancos nas patas, na cabeça e no corpo, e é o principal transmissor de vírus causadores de três doenças perigosas: Dengue, Zika e Chikungunya. Seu nome pode até ser difícil de se pronunciar, mas o combate ao mosquito Aedes aegypti é tão simples e fácil que pode ser feito no quintal de casa. Para incentivar os brasileiros a colocarem na rotina uma iniciativa que pode salvar vidas, o Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (30), a campanha “Combata o mosquito todo dia”.

Na cerimônia, o secretário de Vigilância em Saúde (SVS), Arnaldo Medeiros, enfatizou que mesmo em um momento delicado como a crise pandêmica de Covid-19, o Ministério da Saúde tem se desdobrado para tratar de todos os problemas de saúde que acometem a população brasileira. “Entendemos que como o mosquito é o vetor de várias doenças, se o combatermos, reduziremos a incidência das enfermidades que ele causa. Precisamos estar atentos e vigilantes”, afirmou.

No Ministério, é a SVS que fortalece e amplia as ações de vigilância epidemiológica. Entre suas ações estão incluídos os programas nacionais de combate à doenças transmitidas por vetores. Medeiros também reconheceu o empenho do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) na luta de combate ao mosquito. “São essas equipes que vão de porta em porta e de casa em casa e fazem corpo a corpo com os cidadãos, muito obrigada”, disse.

O secretário da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde (Saes), Sérgio Okane, reforçou o pedido para que a população se mobilize e colabore no combate ao mosquito ao não deixando água parada. “É importante que cada um, na sua casa, faça o seu papel de proteção e entenda que não está protegendo só a sua família, mas sim o bairro e a cidade”, afirmou.

Também participaram do lançamento da campanha a diretora do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis (DEIDT), Cássia Rangel; o coordenador-geral de Vigilância de Arboviroses do Ministério, Cássio Peterka; a representante da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), Maria Almiron; e o secretário de Saúde do Distrito Federal, general Manoel Pafiadache.

Combata o mosquito todo dia

A campanha tem como objetivo informar e mobilizar gestores públicos, profissionais de saúde e toda sociedade sobre a importância de intensificar e manter por todo o ano as ações de eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti, especialmente, neste período que antecede o verão. A intenção é evitar surtos e epidemias das doenças causadas pelos arbovírus transmitidos pelo vetor. Por terem grande impacto em saúde pública e não possuírem vacina nem tratamento específico, impedir a proliferação do mosquito é a principal arma para reduzir casos e óbitos.

Dados da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) apontam que o país registra tendência de queda no número de casos e óbitos por dengue em 2021 em comparação com o ano anterior. Até novembro, foram notificados 494.992 casos, o que representa uma queda de 46,6% em comparação com o mesmo período de 2020, que registrou 927.060 casos. Já o número de óbitos pela doença apresenta uma redução de 62% dos óbitos confirmados. Em 2021 foram 212 enquanto que o ano de 2020 registrou 564 óbitos.

Fonte- Ministério da Saúde

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Politica

Senador do PT pede que MP investigue dispensa de licitação para transporte de vacinas

Publicados

em

Fonte: Agência Senado
O senador Humberto Costa (PT-PE) protocolou ofícios no Ministério Público Federal e na Procuradoria-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União solicitando investigação da contratação, pelo governo federal, da empresa Intermodal Brasil Logística (IBL) por R$ 62,2 milhões em dezembro de 2021, com dispensa de licitação, para o transporte de vacinas contra a covid-19 destinadas a crianças.
“O país precisa saber as reais condições dessa contratação, os valores envolvidos e os relatos de falhas”, afirmou Humberto nas redes sociais.
Nos ofícios, Humberto Costa pede também a apuração dos relatos de “amadorismo e ineficiência” no transporte das vacinas e da possibilidade de “cominações de multa e de devolução de recursos ao erário, inclusive contra as autoridades do Ministério da Saúde” envolvidas com os fatos.
Denúncia publicada pelo jornal Folha de S.Paulo no último domingo (16) apontou que a IBL não tem experiência no transporte de vacinas e que havia tempo hábil para a realização de licitação. O governo invocou a Lei 14.124, de março de 2021, que autoriza a administração pública a celebrar contratos com dispensa de licitação durante a pandemia.
Nos últimos dias, a imprensa publicou relatos de problemas de logística na distribuição dos primeiros lotes de vacinas destinadas a crianças. A vacinação infantil contra a covid começou esta semana em diversos estados brasileiros, após uma polêmica motivada por declarações do presidente Jair Bolsonaro colocando em dúvida a necessidade de vacinar crianças.

Comentários Facebook
Continue lendo

Politica

Barbudo participa de lançamento de programa do Banco do Brasil

Publicados

em

Deputado federal foi o único de MT a acompanhar, em Brasília, pauta presidencial nessa segunda-feira (17.01)

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT) foi o único parlamentar do Estado a comparecer ao evento organizado pelo presidente Jair Bolsonaro para o lançamento da etapa 2022 do “Circuito Agro”. O evento ocorreu em Brasília, nessa segunda-feira (17.01) e também contou com a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Teresa Cristina.

O Circuito Agro trata-se de, ao longo de 2022, ter três carretas adaptadas como agências do Banco do Brasil percorrendo os principais polos do agronegócio no país, para fomentar os negócios no setor.

A expectativa, segundo o presidente, é visitar quase 600 cidades. No discurso, Bolsonaro falou sobre pandemia e agradeceu ao agronegócio brasileiro.

“É uma satisfação muito grande estar aqui ao lado de homens e mulheres que produzem, que enfrentam os desafios e que são realmente a locomotiva da nossa economia”, destacou.

Para Barbudo, o lançamento do Circuito Agro é mais uma prova do compromisso assumido por Bolsonaro com o setor brasileiro.

“Como homem do campo, que sabe as agruras que muitos produtores rurais passam e passaram, posso dizer que este Circuito e o que ele oportunizará é mais uma ação do nosso presidente para que caminhemos cada vez mais e melhor. Fico muito feliz e satisfeito pelo convite de participar deste lançamento e com certeza vou levar mais informações sobre o programa ao povo mato-grossense”, disse.

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Senador mato-grossense é cotado para ser líder do presidente Jair Bolsonaro

Publicados

em

Reportagem do site UOL traz o senador mato-grossense Wellington Fagundes (PL) como um dos para assumir a liderança do presidente Jair Bolsonaro (PL) no Senado Federal. O cargo está vago desde que o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) deixou a liderança após perder uma vaga de ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) para o colega Antonio Anastasia (PSD-MG), em dezembro.

O perfil para ocupara o posto costuma ser de políticos mais experientes e com bom trânsito entre os colegas. Além de Wellington, são cotados Marcos Rogério (DEM-RO), Carlos Viana (PSD-MG), Jorginho Mello (PL-SC), Luis Carlos Heinze (PPRS), Elmano Férrer (PP-PI) e Carlos Portinho (PL-RJ).

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana