fbpx

Geral

Inclusão e humanização 

Publicados

em

Gestão Emanuel Pinheiro uma gestão inclusiva e humanitária. Nunca antes na história de Cuiabá, a juventude Cuiabana teve seu espaço. O prefeito dessa cidade deu voz e vez, criando o Conselho municipal da Juventude. A qual Eu, Carboni Neto sou Vice-presidente. E através do conselho jovens estão desenhando um nova Cuiabá Juvenil e humanitária. 

A inclusão, através da secretaria de assistência social e de seus secretarios, diretores, coordenadores; estão incluído em seus programas de oportunidades as classes menos favorecidas como negros, indígenas, quilombolas, lgbtqia+, pessoas portadoras de necessidade motora reduzidas e especiais. 

Dentre muitas obras, qualificações e oportunidades, Emanuel Pinheiro e seu Staff, conseguiu já dentro de poucos dias, a redução da morte por Covid, trazendo a sociedade um novo normal. 

Na saúde o maior programa de amparo de Mato-Grosso a Saúde no enfrentamento ao Corona vírus, e na saúde geral o maior hospital municipal e pronto socorro a onde não só até de a capital como todo estado. Qualificado com excelentes profissionais e com atendimento e estrutura bem maior que muitos hospitais particulares. Na Educação fez uma grande inovação atendendo as famílias em período de pandemia, e num novo normal que está atuante creches e escolas preparadas com toda infraestrutura. Um cidade onde leva o lema de “Cidade calorosa, em muitas unidades de ensino alunos não passam mais calor” e a população em geral contemplada com mais de 140 novos ônibus de frota composta com sistema multi mídia, e se condicionado. 

Para as regiões de ilhas de calor, grandes parques e restruturação de praças estão trazendo de novo o verde e fresco dos ventos, e oportunidade de diversão familiar e qualidade de vida a moradores de grande centros até pequenos bairros, praças com parquinhos comuns e adotados a crianças PnE, academias para 3 idade com equipamentos leves e funcionais e pista de corrida e quadras para o divertimento esportivo. 

E uma gestão que já gerou muitas oportunidades de trabalho e renda a população através da secretaria de Trabalho interligada direto com o mercado de trabalho em conjunto a mega estrutura do SINE da gente. E trabalho que não para. 

E moradia nova a população mais carente e Entrega de título definitivo de propriedade para mais de 5mil proprietário de domicilio. Pessoas que não tinha posse de suas casas em alguns casos, a mais de 40 anos. 

Agora pra inovar a prefeitura vai pro campo, com o Programa Pra Fente Cuiabá, pequenas propriedades com seus grandes produtores estão sendo cuidados, auxiliados e fomentado seus projetos através de parcerias públicas e privadas. 

É mais qualificado com programa qualifica, mais preparo para o jovem entra na faculdade com curso preparatório Enem Digital, e emprego com sim da gente. 

E Cuiabá voltando a sorrir de novo, mesmo que ainda por traz de uma máscara de proteção respiratória. Porém os olhos dos cuiabanos estão voltando a brilhar. 

E vamos lembrar. Vem Ferrovia, Senador Vuolo pra fomentar a importação e Exportação e geração de emprego e desenvolvimento econômico a Capital. 

Por Carboni Neto

Vice-presidente Conjuve/Cbá e Militante das classes Juvenil Matogrossense.

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Louvada ganha 11 medalhas em concurso com cervejarias da América Latina*

Publicados

em

Somente neste ano, a marca conquistou 26 medalhas_

A Cervejaria Louvada emplacou onze premiações no Brasil Beer Cup, concurso que elege as melhores cervejarias e rótulos de cerveja da América Latina. Foram duas medalhas de ouro, além de quatro premiações com prata e cinco de bronze. Ao todo, somente neste ano, a empresa já ganhou 23 medalhas.

Realizado entre os dias 21 e 24 de novembro, o Brasil Beer Cup consagrou 269 rótulos de cervejas brasileiras do total de 1.216 inscritos no Brasil, Uruguai e México. Ao todo, foram 270 categorias e 157 estilos diferentes que disputavam a preferência de 53 juízes de doze países diferentes. A Louvada foi a única cervejaria mato-grossense a ser vencedora nas categorias em que participava.

“Em um universo tão grande de concorrentes, com participantes de vários países, receber esse reconhecimento é gratificante. Estamos vivenciando uma sequência de prêmios e em variados concursos. Isso só evidencia que o trabalho da nossa equipe, sempre focado em manter a constância na qualidade, é notado”, pontua Gregório Ballarotti, diretor geral da Louvada.

Entre os títulos reconhecidos no Brasil Beer Cup, a Louvada Sour Laranja e Low Bier, ficaram em 1º lugar, com a medalha de ouro. A Louvada Bergamot, Weiss, Sour Framboesa e Bohemian Pilsner Serra Grande, ganharam medalhas de prata. A Louvada Barley Wine, Benedita, Dark Sour, APA e German, concorrendo em suas respectivas categorias, ficaram com a medalha de bronze.

Primeira cervejaria artesanal de Cuiabá, a Louvada é a mais premiada do Centro-Oeste. Inaugurada em 2015, com uma capacidade média de produção de 10 mil litros e apenas três estilos da bebida; a Weiss, APA e Pilsen, conquistou reconhecimento nacional se firmando entre as mais reconhecidas do mercado. Atualmente, Mato Grosso é o décimo segundo estado com maior número de cervejarias artesanais, com um total de 15.

“Estamos conseguindo manter a nossa essência, mesmo com esse crescimento tão grande de público e reconhecimento. E é assim que queremos continuar”, defende Ballarotti. Em agosto, a Louvada chegou a ganhar sete medalhas em um dos maiores concursos de cerveja do mundo, o World Beer Awards. “As medalhas só confirmam a qualidade e criatividade de nossas receitas”, finaliza.

Sobre a Louvada

Atualmente, são mais de 20 rótulos de cerveja comercializadas, como a Louvada Low, Louvada German Pilsner, Louvada Vienna, Louvada Gose, Louvada Apa, entre outras. Além de Cuiabá, atualmente a marca possui fábrica também em Porto Velho, Rondônia.

E nas cidades de Goiânia (Goiás), Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Manaus (Amazonas), Rio Branco (Acre) e Jataí (Goiás), a Louvada possui ainda os chamados “taproom”, que são bares com atendimento em balcões, onde o cliente pode provar as cervejas diretamente das torneiras.

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Pfizer vai fornecer até 150 milhões de vacinas ao Brasil em 2022

Publicados

em

O Ministério da Saúde e a farmacêutica Pfizer/BioNTech firmaram um novo acordo para o fornecimento de doses de vacinas contra a covid-19 em 2022. O contrato prevê a entrega de mais 100 milhões de imunizantes, e ainda possibilita a ampliação do lote em mais 50 milhões se houver a demanda pelo país.

Em evento na manhã desta segunda-feira (29), em Salvador (BA), a presidente da empresa, Marta Dias, afirmou que o acordo “inclui a possibilidade de versões modificadas contra novas variantes, caso necessário”. Na semana passada, foi confirmada uma nova cepa de preocupação, identificada a princípio em países africanos, a ômicron.

Ainda não se sabe se essa variante é mais transmissível ou letal, mas apresentou dezenas de mutações genéticas que inspiram cautela pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A capital baiana é um dos centros de estudos clínicos da Pfizer no Brasil. Até agora, 150 milhões de doses da vacina da Pfizer contratadas pelo governo federal já foram entregues ao país. Mais 50 milhões serão repassadas até o fim de 2021. “As taxas de imunização alcançadas no país são motivo de orgulho”, acrescentou Marta Dias. Ao todo, 62,2% da poppulação tomou duas doses de alguma das duas vacinas contra o coronavírus.

Negociação

A negociação de compra das vacinas da Pfizer/BioNTech foi alvo de investigação na CPI da Pandemia no Senado Federal. Em agosto de 2020, a farmacêutica ofereceu ao governo brasileiro entregar os produtos ainda em dezembro do ano passado, mas não obteve resposta. Após meses de ausência de negociação, dezenas de e-mails ignorados, o primeiro contrato para aquisição de 100 milhões de doses do fármaco foi firmado em março de 2021.

Em maio, foi acertado um segundo acordo para entrega de novo lote de 100 milhões de vacinas, entre setembro e dezembro de 2021. Agora, a demanda por essas doses deve aumentar, tendo em vista a necessidade de se aplicar um reforço.

Há duas semanas, o Ministério da Saúde recomendou a ampliação da aplicação da dose extra de vacinas contra a Covid-19 a toda a população a partir de 18 anos. Até então, a 3ª dose era indicada para idosos acima de 60 anos, imuninossuprimidos graves e profissionais da saúde. O intervalo da 2ª para a 3ª aplicação foi reduzido de 6 meses para 5. A preferência do reforço seria com doses da Pfizer.

R7 NOTICIAS

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Ação social beneficia moradores da invasão Jonas Pinheiro, com cartões alimentação e sopão

Publicados

em

Moradores da invasão Jonas Pinheiro, receberam na tarde de domingo (29), cartões alimentação e um delicioso sopão. Desde o início da pandemia em parceria com instituições frente favela Brasil, a policial penal, Jemima Camargo, vem desenvolvendo várias ações para diminuir o impacto da pandemia nas famílias de vários bairros carentes de Cuiabá. Os recursos para doações dos cartões é oriundo da articulação da frente favela Brasil e da frente Nacional anti racista .

Para Jemima que é representante do Frente Favela , as ações solidárias realizadas pelas entidades tem um único objetivo, atender as famílias carentes neste momento de crise causada pela pandemia do coronavírus. Conforme ela, o número de pessoas que se encontram em situação de extrema pobreza tem aumentado. “Estamos sensíveis as problemas sociais e buscamos atender o maior número de famílias carentes com as doações de alimentos por meio dos catões, cesta básica, produtos de higiene e limpeza. Para isso, buscamos parcerias com associações e entidades representativas”, frisa.

As famílias que receberam os cartões, foram indicadas pelo representante do bairro, tendo como critério vulnerabilidade social.

Mariângela mãe de quatro filhos, que está desempregada, disse que o cartão de alimentação veio em boa hora pois a mesma manda os filhos pra creche para que os mesmos possam se alimentar e esses beneficio irá amenizar um pouco a situação.

A maioria dos moradores do bairro da invasão Jonas Pinheiro convive diariamente com a incerteza da suas moradias bem como com agravamento da pandemia a falta de emprego e de condições de sobrevivência.
“Agradecemos a todos que contribuíram com mais essa ação em especial a moradora Luciane em nome de todos os moradores do residencial. Luciane é a responsável pela confecção do sopão distribuído no bairro”, finalizou Jemima.

O residencial

O Jonas Pinheiro 3 foi idealizado por meio de um convênio Prefeitura de Cuiabá, Caixa Econômica Federal e Construtora Lumen com o objetivo de abrigar famílias de diversas regiões de Cuiabá, que seriam selecionadas pela Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária.
O executivo municipal efetuou a doação da área para que fossem erguidas as casas com a intensão de cumprir constitucionalmente do direito à moradia de famílias que estavam em áreas de riscos e ainda implementar o Programa de Recuperação de Áreas Degradadas com a demolição das casas construídas irregularmente.

Ao todo foram investidos cerca de R$ 30 milhões com recursos da Caixa, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida e expectativa era de que as casas fossem entregues em 2014.

A questão chegou no ano passado à justiça que concedeu liminar de reintegração de posse à construtora, porém a assessoria jurídica da Associação dos Moradores do Jonas Pinheiro 3 entrou com recursos, ganhando mais prazos para a desocupação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana