Polícia

‘Esperança estilhaçada’, diz mãe de Isabele sobre liberdade de autora do crime

Publicados

em

Patrícia Guimarães Ramos, mãe de Isabele Guimarães Ramos, morta com um tiro no rosto disparado pela sua ‘amiga’ em 12 de julho, quando tinha 14 anos, no Alphaville, em Cuiabá, afirma estar decepcionada ‘com coração dolorido e esperança estilhaçada’ com a decisão do Tribunal de Justiça em conceder habeas corpus para a autora do crime. Ela ainda contou que busca respostas para o questionamento do filho, que questiona o motivo da ‘assassina da minha irmã está solta’.

 

Decisão do HC foi proferida na quarta-feira (25), pela 3º Câmara Criminal de Cuiabá, que em vez de optar pela internação provisória da autora do crime, hoje com 15 anos, optou em manter apenas medidas restritivas, como: não sair no período noturno – seja final de semana e nos dias de folga’ e não fazer uso de álcool e similares. Vale ressaltar que o consumo de ‘álcool e similares’ já é proibido para menores de 18 anos.

Após a sentença, Patrícia divulgou uma nota pública afirmando decepção e indignação. “Ao receber a notícia pela mídia, fiquei vagando com meu carro, sem rumo, tentando criar coragem e pensando de que forma eu iria dar essa notícia para o meu filho, que todos os dias me pergunta por que a assassina da irmã está solta”.

 

Segundo Patrícia, o filho está ‘atravessando por um momento muito difícil pela perda da irmã’. Mas, essa não é a primeira perda que o menino precisa enfrentar. Em 2018, ele perdeu o pai, o médico Jony Ramos, em um acidente de trânsito na Estrada de Chapada. Em entrevista ao GD, Patrícia já tinha declarado o quanto era dificil voltar para casa sem Jony e Isabele.

 

“Com essa decisão de não recolher a menor que matou a minha filha e ainda sem saber o que dizer, preciso agora que alguém me ajude a dar uma resposta ao meu filho. […] como a minha filha que foi brutalmente retirada de nós, ele também é um menor de idade e precisa e tem o direito que seja dispensado a ele todos os cuidados que este terrível momento exige”, finalizou.

 

Audiência em andamento

A determinação do HC derruba o pedido pela internação de 45 dias enquanto o procedimento que julga a autoria do crime corre na Justiça. A menor está sendo julgada pelo ato infracional análogo ao homicídio doloso – quando há intenção de matar. A audiência já se encaminha para o final, e o Ministério Público Estadual (MPE) se posicionou pela internação da menor. A decisão será proferida nos próximos dias.

 

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ação integrada prende grupo criminoso envolvido em roubo a fazenda em Brasnorte

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma ação policial desencadeada pelas delegacias de Brasnorte e Tapurah e apoio da Polícia Militar de Tapurah foi deflagrada neste sábado (16.01)  pela manhã para cumprimento de dois  mandados de prisão. Durante as diligências, uma mulher também foi presa em flagrante por tráfico de drogas.

Os policiais também apreenderam durante o cumprimento das prisões, ocorridas na cidade de Tapurah, um rádio comunicador, um notebook, uma balança de precisão e uma porção de cocaína e dinheiro.

Os suspeitos presos têm 19, 25 e 26 anos.

De acordo com o delegado de Tapurah Eugênio Rudy Junior, em 17 de novembro  do ano passado, um grupo criminoso invadiu uma fazenda, localizada no município de Brasnorte, e com uso de violência física roubou do local defensivos agrícolas, um veículo, joias e dinheiro das vítimas.

Após investigações que culminou na identificação dos envolvidos no roubo, o delegado de Brasnorte, Hugo Montenegro, representou à Justiça pelo mandado de prisão dos suspeitos.

O delegado de Tapurah destacou a ação integrada entre as delegacias para chegar à localização  e prisão dos envolvidos, que contou com apoio da delegacia do município, onde os envolvidos residem. “A união das forças de segurança resulta em ações como essa de hoje, com resposta sobre o crime cometido e a prisão dos responsáveis”, destacou o delegado Eugênio Rudy.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Homem com 13 passagens criminais é preso em flagrante por receptação de veículo e associação criminosa

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais da Delegacia Especializada de Roubo e Furtos de Veículos de Cuiabá (Derrfva) prenderam em flagrante nesta sexta-feira (15) um homem de 31 anos por associação criminosa e receptação de veículo roubado.

A prisão ocorreu em uma chácara na comunidade de Rio dos Peixes, localizada às margens da MT-251, município de Cuiabá.

O homem preso é investigado por se associar a uma organização criminosa que atua com furto e roubo de veículos, adulteração e comercialização de motocicletas de baixa cilindrada.

O investigado possui 13 passagens criminais por roubo majorado, furto e tráfico de drogas.Com ele, os policiais da Derrfa localizaram uma motocicleta modelo Honda Biz com sinais de adulteração no chassi.

Os investigadores chegaram à localização do suspeito após diligência para apurar  uma ocorrência registrada com o mesmo tipo de veículo que foi apreendido, contudo, se tratava supostamente de um veículo clonado. 

O suspeito foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante por receptação e associação criminosa.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Investigado por crime bárbaro no sul de MT é localizado cinco anos depois

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem investigado por um crime que chocou duas cidades no sul do estado foi preso nesta quinta-feira (14.01), em Primavera do Leste, após diversas diligências e informações compartilhadas entre a Delegacia de Guiratinga e a Delegacia de Roubos e Furtos de Primavera do Leste.

Na virada do ano de 2015, no município de Tesouro (379 km ao sul de Cuiabá) um casal de namorados estava comemorando as festividades de réveillon e próximo à ponte de um rio que passa pela cidade, os dois foram abordados e rendidos por um homem armado. O suspeito estuprou a mulher e, enquanto praticava o crime, ameaçou a outra vítima obrigando-a a presenciar a prática brutal.

Após cometer o abuso, o investigado seguiu com as vítimas no carro até a residência delas e obrigou o casal a dar dinheiro a ele. Depois os fez dirigir em direção à cidade de Guiratinga, onde pararam em um posto de combustível para abastecer o carro. No local, as vítimas aproveitaram a distração do suspeito para escapar, quando ele então fez três disparos causando pânico entre as pessoas que estavam no posto e fugiu em direção a Rondonópolis com o carro do casal.

Ao ser acionada, a Polícia Civil e a Militar iniciaram diligências para capturar o suspeito. Foram realizadas barreiras ao longo da rodovia, mas ele conseguiu escapar do cerco policial.

A Polícia Civil instaurou inquérito pelo estupro e roubo e desde então, a equipe continuou as diligências para identificar e localizar o fugitivo investigando locais onde ele poderia ter passado, após cometer os crimes nos municípios de Tesouro e Guiratinga.

Foi representada pela prisão preventiva, deferida pelo juízo da Comarca de Guiratinga.

Localização

No final do ano passado, os policiais obtiveram informação de que ele estaria escondido em uma área próxima ao anel viário, em Rondonópolis, onde praticava tráfico de drogas e trabalhava como vigia noturno. No local, policiais apreenderam 20 tabletes de maconha, pesando aproximadamente 14 quilos da droga. Com base nessas informações, a Polícia Civil continuou a monitorá-lo e nesta semana, o investigado foi localizado no bairro Primavera 3, em Primavera do Leste, onde a equipe da DERF fez a prisão.

Após a formalização do cumprimento do mandado judicial na delegacia, ele foi encaminhado à unidade prisional de Primavera e posteriormente seguirá para a Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, em Rondonópolis.

O criminoso será indiciado no inquérito instaurado pela Delegacia de Guiratinga por estupro e roubo qualificado e responderá em Rondonópolis pelo tráfico de drogas.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana