fbpx

Várzea Grande

Encontro da UNDIME discute metas para a Educação e critica fim das vinculações

Publicados

em

Com a defesa da permanência das vinculações de percentuais das Receitas Correntes Líquidas – RCL para a Educação em 25%, os secretários e profissionais da Educação de Mato Grosso sob o comando do secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande Silvio Fidélis, que também preside a seccional da União Nacional dos Dirigentes de Educação de Mato Grosso (Undime) – abriu nesta quinta-feira (11), o 14º Fórum Estadual Ordinário.

Nesta edição o fórum estará abordando “A gestão municipal e os desafios frente às inovações nas estruturas organizacionais e nas políticas públicas da educação”.

A questão em defesa da permanência das vinculações que hoje atendem as áreas da Educação e Saúde, foi levantada pelo presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga e agradou aos presentes, pois uma das mais enfáticas defesas do ministro da Economia, Paulo Guedes do Governo Bolsonaro é pelo fim das vinculações.

O objetivo do encontro é fortalecer a atuação de profissionais da educação frente à gestão dos sistemas de ensino e das políticas educacionais. O evento que conta com a participação de dirigentes, coordenadores pedagógicos e técnicos das secretarias municipais, será realizado em duas etapas. Neste primeiro dia haverá palestras e oficinas. Já nesta sexta-feira (12), além das palestras e oficinas, será realizada ainda a eleição para a nova diretoria da Undime-MT.

O secretário de Educação, Silvio Fidelis destacou a importância do Fórum e a mobilização de todos os dirigentes municipais na construção e na defesa de uma educação pública com qualidade social. “O nosso trabalho e a nossa luta são fatores determinantes na busca de melhoria e no enfrentamento das dificuldades que temos no dia a dia. Por isso esse é um momento de estarmos unidos, para que possamos traçar um caminho de resultados. Sabemos que temos mudanças e transformações enquanto no governo municipal, estadual e federal, mas os municípios é que tem a carga maior. Queremos melhorias para o setor, dentre eles, uma assessoria pedagógica forte e um movimento de transporte escolar que possa ter a sua organização, por isso temos que estar unidos para essa discussão, e este Fórum também é um ponto de partida”.

Silvio Fidelis lembra que estamos em um país democrático, na busca de alternativas, e da importância de estarmos consciente das nossas obrigações e, principalmente, das nossas decisões.  Ele agradeceu a participação de todos representantes da Undime, e da parceria da Prefeitura de Várzea Grande, que juntamente Undine-MT organizaram o evento.  “A Undime de Mato Grosso precisa estar sempre no caminho da discussão, no caminho de alternativas, por que queremos acima de tudo fazer uma Educação diferenciada”.  

O promotor de Justiça do Ministério Público, Dr. Miguel Shessarenko Júnior, disse que o fórum é um momento importante para que possamos discutir, na conjuntura que estamos, as dificuldades enfrentadas em relação a instabilidade das políticas educacionais, em todas as esferas, principalmente as incertezas em relação aos financiamentos e a continuidade de diversas políticas. “Temos uma série de desafios a serem ultrapassados neste momento, mas temos também a disposição para defender e buscar a melhor qualidade no ensino público. As pessoas que estão aqui para fazer essas discussões nestes dois dias é importante que olhem com todo o carinho para que as questões das dificuldades, mas pra além disso as possibilidades de avançarmos com a política pública educacional, a valorização dos profissionais e trabalhadores da educação e, principalmente, para avançarmos na questão que aflige a maioria dos municípios que é a falta de autonomia dos gestores educacionais em definir a questão financeira.   

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Angêlica Klemaschewsk, assegurou que o Governo Estadual tem feito um esforço significativo para atender a toda a demanda da educação, principalmente no que se refere a questão do percentual que é pago ao transporte escolar. “Essa é uma pauta que esta em discussão no dia de hoje, onde uma comissão técnica já esta fazendo um estudo, e tão logo seja concluída, todos serão informados. O nosso sonho é que toda a criança tenha a garantia do acesso bem dado, da permanência do aluno com alimentação decente, com laboratórios de informáticas e o sucesso com professores capacitados para desenvolver uma boa aula, com programa de boa avaliação. A Educação não existe para outras finalidades, o foco precisa ser sem sombra de dúvidas, a agenda da aprendizagem, e é essa a bandeira que eu, enquanto secretária de educação vou levantar”, assegurou.

Já o presidente da Undime Nacional, Aléssio Costa Lima, destacou que a Undime de Mato Grosso é uma Undime de vanguarda, e esta sempre a frente das discussões. “Esse evento fortalece ainda mais a discussões em torno das políticas públicas educacionais, principalmente, de vários municípios de Mato Grosso, localizadas bem distantes da capital e que onde a questão geográfica é apenas um detalhe. Os problemas passam por vários fatores, mas o desejo de uma educação de qualidade é de todos os envolvidos possam neste fórum avançar nas discussões e, ao mesmo tempo, criar idéias que possam contribuir na melhoria da educação”.

De forma unânime, todos os representantes da Undime manifestaram o desejo de que o secretário de Educação de Várzea Grande Silvio Fidélis, continue a presidir a seccional de Mato Grosso. A eleição para a nova diretoria, acontece nesta sexta-feira (12), no encerramento do fórum.

Por: Katia Passos – Secom/VG

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Várzea Grande

Várzea Grande libera vacina para idosos a partir de 81 anos

Profissionais de saúde que ainda não receberam a primeira dose devem se cadastrar para a imunização.

Publicados

em

Da Redação

A prefeitura de Várzea Grande está cadastrando idos a partir de 81 anos para recebimento da primeira dose da vacina contra o covid-19. O município recebeu do Governo do Estado, na última terça-feira (9), 1.800 doses do imunizante e segue as diretrizes do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

Profissionais de saúde, empregados ou autônomos, que ainda não receberam a primeira dose devem se cadastrar para a imunização. Os que já foram vacinados receberão a segunda dose até o próximo domingo (14).

Para receber as vacinas, as pessoas deve se cadastrar no site oficial da vacinação em Várzea Grande, clicando aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Metropolitano abre mais 10 leitos para pacientes com covid-19

Segundo a Secretária de Saúde, esta semana foram inaugurados 30 leitos de UTIs no Estado.

Publicados

em

Da Redação

O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, abriu, nesta quarta-feira (10), 10 novos leitos de UTI para atender pacientes com covid-19. A unidade hospitalar é referência estadual no tratamento da doença. Com a ampliação, o hospital passa a contar com 80 leitos de UTI e 178 de enfermaria.

“Esta semana disponibilizamos 10 novos leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa e outros 10 no São Lucas, em Primavera do Leste. Hoje, entregamos mais 10 leitos no Hospital Metropolitano. São 30 novos leitos de UTI para pacientes do SUS”, declarou o secretário estadual de saúde Gilberto Figueiredo.

A Secretaria estuda a ampliação de leitos em Cáceres, Rondonópolis, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Alta Floresta.

“Essas ampliações são necessárias para que possamos ficar numa situação menos desconfortável e ter leitos de UTI suficientes para caso haja o agravamento da pandemia”, disse Figueiredo.

Na última terça-feira (09.02), Mato Grosso registrou 73,6% de ocupação das UTIs públicas referenciadas para o tratamento da Covid-19. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS), restam 108 leitos de Terapia Intensiva disponíveis em todo o Estado; as vagas são exclusivas para o atendimento de pacientes com novo coronavírus.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Surto de Covid fecha Câmara de Várzea Grande

Três servidores testaram positivo para a doença.

Publicados

em

Da Redação

A Câmara Municipal de Várzea Grande suspende as atividades administrativas e parlamentares na Casa de Leis, devido  três servidores testarem positivos para a Covid 19. A publicação da medida será feita nesta quarta-feira (10) no Jornal Oficial dos Municípios (AMM).

“Suspender as atividades presenciais, incluindo o atendimento ao público por sete dias, devendo as atividades serem realizadas em home office e tele-bralho”, é destacado na publicação.

O presidente da Casa de Leis,  o vereador Fábio José Tardin – Fabinho (DEM), relata que a medida é para proteger a saúde dos demais servidores e munícipes

“Infelizmente tivemos estes casos dentro da Câmara, porém, quero pedir para que os demais trabalhadores se cuidem, higenize as mãos, evitem aglomerações e usem máscaras. Todas as medidas preventivas foram tomadas, inclusive com desinfecção de ambiente,  mas o servidor pode se contaminar fora do Legislativo.  Por isto, estamos suspendendo os trabalhos para evitar de termos uma propagação interna”, destaca o vereador.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana