fbpx

Cuiabá

Emanuel exige serviço de qualidade e proíbe Águas Cuiabá de iniciar novas obras em vias já pavimentadas

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou que, pelo período de 90 dias, a concessionária Águas Cuiabá está proibida de iniciar novas obra de implantação de rede coletora de esgoto em vias já pavimentadas. A medida foi informada nesta quarta-feira (01) e é regulamentada por meio de decreto, que será publicado na Gazeta Municipal. Segundo o gestor, a decisão foi tomada visando garantir melhor qualidade na execução dos reparos nas vias da Capital.

Emanuel destacou que a empresa pode continuar atuando nas obras que já estão em andamento em também em ruas que ainda não são asfaltadas. Segundo ele, o prazo pode ser estendido por mais 90 dias, caso o Executivo observe a necessidade. O cumprimento da determinação será fiscalizado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (ARSEC) e pela Secretaria Municipal de Obras Públicas.

“Estou profundamente irritado com a restauração das vias. Estamos fazendo uma revolução por baixo da terra e, no fim do nosso mandato, vamos entregar Cuiabá como uma das poucas capitais brasileiras com tratamento de esgoto universalizado. Entretanto, a concessionária não está tratando Cuiabá com o respeito que merece. Estão fazendo um serviço porco. Ela faz a rede coletora, que é uma necessidade, e depois entrega uma porqueira”, disse.

Além disso, a Secretaria de Obras Públicas e a ARSEC devem realizar um levantamento de todas as obras de recuperação de vias efetuadas devida a implantação da rede coletora de esgoto e a qualidade apresentada por elas. A partir dessa identificação, os órgãos devem, de forma conjunta, notificar a Águas Cuiabá e exigir a execução de um novo reparo nos locais em que o serviço foi mal feito.

“Não vamos mais receber porcaria. Temos um grande programa de pavimentação em andamento. Temos novos recursos que vão chegar, como o do BNDES que há três anos estamos lutando por ele. Então, que as obras de rede de esgoto comecem por esses bairros, pelas vias não pavimentadas. Que conversem com a Secretaria de Obras e com a Arsec antes, para entregar serviço de qualidade”, pontuou. 

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

Dia inesquecível: Família relata emoção após a vacinação de Miguel aos nove anos em Cuiabá

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Uma data que vai entrar para a história: 20 de janeiro de 2022, ocasião em que se completa um ano desde que a primeira pessoa foi vacinada contra a Covid-19 em Cuiabá, celebrou outro importante avanço na batalha contra a doença nesta manhã. Agora, com a primeira criança imunizada, o pequeno Miguel Vieira Monteiro, de 9 anos. Ele tem neuropatia crônica e se enquadra no grupo de comorbidades. A aplicação ocorreu no polo da UNIC Beira Rio, descrito pela família como um momento marcante.

O prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que a vacina salva vidas e fez um apelo aos responsáveis sobre a importância do cadastro. “Para acabarmos com esse vírus e esse momento terrível em que o mundo vive, só vacinando para conseguirmos sair dessa e voltarmos à nossa rotina. Peço aos pais ou responsáveis por essas crianças que cadastrem-as para que elas sejam imunizadas. Pelo amor de Deus, pai, mãe, avó ou tia que cuidam das nossas crianças, eu faço um apelo, vacinem as nossas crianças”, destacou o gestor.  

Corajoso, Miguel disse que não sentiu medo da agulha ao tomar a vacina. Contente, ele não esconde que seu maior desejo é rever os amigos e fazer o que mais gosta: brincar.  

Para a mãe do garoto, Alice Vieira da Silva, os cuidados com a saúde do filho foram redobrados em razão da pandemia, tendo em vista que era o único membro da família que não havia sido vacinado, deixando um alerta para os pais sobre a importância do bem estar coletivo. 

“Ele teve a retirada de um dos ruins e sempre cuidamos muito dele e aumentamos por causa do vírus. Tivemos que nos reinventar, mudando o cotidiano dele totalmente. Eu peguei covid, ele era o único que não havia sido vacinado. Agora estamos mais calmos em relação à doença, pois ele está protegido. Digo aos pais que tragam seus filhos, protegendo não somente eles, mas uma outra criança, família e profissional também na área de educação, com o começo do ano letivo. Vou estar mais tranquila com ele na escola já que ele tomou a primeira dose. É uma sensação de alívio, vida voltando ao normal”, expressou.

O cronograma de imunização para o público de 5 a 11 anos, que começou hoje até o dia 22, ficará centralizado apenas na Unic Beira Rio, devido ao baixo quantitativo de doses recebidas, exclusivas para crianças, de 3.580, priorizando aquelas que possuem algum tipo de comorbidade ou deficiência, seguida pelas quilombolas. 

Na sequência, é a vez das crianças que vivem em lares com pessoas com alto risco para evolução grave do coronavírus, como por exemplo, lares com pacientes soropositivo, oncológicos que realizam hemodiálise rotineiramente e imunossuprimidos. Conforme estimativa do Ministério da Saúde, 60.659 crianças desta faixa etária residem na cidade.

A secretária municipal de Saúde, Suelen Alliend, salientou a eficácia dos imunizantes no organismo, contribuindo para não evolução de casos graves de contágio, somada com outros surtos síndromes gripais como a Influenza. 

“Estamos indo in loco verificar os problemas, ouvindo a população como um todo. Houve uma melhora positiva por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro. O nosso recado aos pais é que tragam as crianças, vacinas salvam vidas sim e é segura. Tivemos momentos muito difíceis, mas os casos foram diminuindo e óbitos também. A vacina já demonstrou eficácia, não evoluindo para casos mais graves, o índice é muito menor”, pontuou. 

Acompanhada pela irmã, Sophia Teles, de 11 anos, não possui comorbidades e declarou que após tomar a primeira dose se sente segura em retornar às salas de aulas.

Emanuel ratificou que na semana que vem, de acordo com a chegada de novas remessas, outros polos atenderão o grupo nas quatro regiões da cidade, bem como na zona rural. São eles: Unic Beira Rio (região Leste), USF Paiaguás (região Norte),  USF Quilombo (região Oeste), USF do Pedra 90  I e II  e ainda USF Parque Cuiabá (região Sul)  e a USF Guia, o Programa Amor I e II.  Mais de 42 mil adolescentes de 12 a 17 anos tomaram a primeira dose, o que corresponde a 70% desse público imunizado.

Empenhada, a coordenação da campanha organizou uma para crianças uma recepção divertida, do jeito que eles gostam, com decoração de balões, vacinadoras fantasiadas de personagens infantis e muitas guloseimas como pipoca, bolo, sorvete, com todo amor e carinho que merecem.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

“Ao relembrarmos o dia 20 de janeiro celebramos a vida”, diz prefeito sobre um ano da campanha ‘Vacina Cuiabá’

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

“Um ano se passou e muitas vidas foram salvas. Essa vitória é nossa, é de vocês e do povo cuiabano”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro nesta quinta-feira (20), ao celebrar um ano desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19 “Vacina Cuiabá – Sua vida em primeiro lugar”.  Há um ano, os primeiros sete trabalhadores da saúde foram vacinados com a primeira dose do imunizante no Centro de Eventos do Pantanal, simbolizando o início campanha e reforçando o compromisso da gestão com a saúde pública humanizada.

Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, mais de 895 mil doses já foram aplicadas desde o início da campanha em janeiro de 2021. No público acima dos 18 anos foram aplicadas 400.223 (1ª dose), outras 374.405 pessoas receberam a segunda dose ou dose única da vacina. Além disso, 63.176 pessoas receberam a terceira dose e 3.109 pessoas a dose adicional. Já entre os adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas 37.613 (1ª dose) e 16.690 (2ª dose). Nesta semana foi dado início a vacinação das crianças de 5 a 11 anos. 

Atualmente, estão em funcionamento os polos instalados na Universidade Federal de Mato Grosso (drive thru) e da Unic Beira Rio. O público ainda pode buscar a vacinação em outras 37 unidades básicas de saúde da capital.

O prefeito destacou o compromisso da gestão, elogiou a atuação dos profissionais da Saúde e reforçou sobre a importância da imunização. “Mais uma data entra para história na nossa linda e eterna cidade verde, 20 de janeiro. Há um ano aplicamos a primeira dose da vacina da vida no combate a Covid-19. Um ano se passou, muitas vidas foram salvas, quase 1 milhão de pessoas foram vacinadas e estamos gradativamente vencendo essa guerra contra a Covid-19, apesar das saudosas perdas que até hoje choramos. Mas, ao relembrarmos o dia 20 de janeiro celebramos a vida e quero me irmanar aos meus colegas profissionais da saúde e servidores da saúde pública da Prefeitura Municipal de Cuiabá, porque essa vitória é nossa, é de vocês e do povo cuiabano. Parabéns Cuiabá”, celebrou Pinheiro. 

A técnica de enfermagem, Lucinei Rodrigues, foi a primeira vacinadora da campanha “Vacina Cuiabá”. Ela relembra a emoção de ser escolhida para aplicar as primeiras doses dos imunizantes contra a Covid-19 na Capital.

“Quando fui escolhida fiquei sem fala, mas me prontifiquei e me senti muito grata por ter sido escolhida. A vacina veio para salvar vidas e nós temos que nos imunizar. Também não posso deixar de destacar gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro, que eu respeito porque ele presta atenção no povo cuiabano e não mede esforços para trazer as doses da vacina. Temos muito a agradecer a gestão Emanuel Pinheiro”, disse a profissional da saúde.

Já a médica plantonista do Hospital São Benedito, Maíra Sandes, foi uma das sete profissionais da saúde a receber a primeira dose do imunizante durante a solenidade de abertura da campanha.  “Naquele período, quando me chamaram eu não pensei muito sobre ser uma das primeiras pessoas a tomar a vacina. Eu faço parte de uma geração que cresceu tomando vacina, então naquele momento talvez eu não tivesse dimensionado o quão importante foi ter esse grupo inicial, de poder mostrar as pessoas que tomei e que nada de ruim aconteceu. Mas, acredito que fazer parte desse grupo inicial foi algo que me deixou muito satisfeita e me fez poder tranquilizar também a equipe com quem eu trabalho e as pessoas ao meu redor. Tomar a vacina, com certeza, foi algo que me fez poder trabalhar na outra linha e trabalhar na prevenção contra a Covid, foi uma grande realização como médica também”, comentou Maíra.

O psicólogo Marden Lima, que atua no Hospital Referência à Covid-19, foi um dos primeiros a ser imunizado após a abertura da campanha de vacinação. Vocalista da banda de rock Heróis de Brinquedo, Marden conta que receber a dose do imunizante no auge da pandemia trouxe a sensação de alívio que, infelizmente, alguns entes queridos não puderam sentir.

“Fui uma das primeiras pessoas a tomar a vacina em Mato Grosso e isso me trouxe uma sensação de alívio, apesar de eu já ter tido Covid em julho de 2020. Mas, tomei a vacina com muita alegria e esperança de que as pessoas fossem imunizadas o mais rápido possível.  Em março de 2021, peguei a Covid novamente por conta do meu trabalho, mas tive apenas sintomas leves pelo fato de já ter sido vacinado. Perdi meu padrasto e alguns amigos que, infelizmente, não tiveram tempo de tomar a vacina e, talvez, se tivessem tomado, não teriam partido”, relembrou o psicólogo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

704 vagas para a faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses estão disponíveis na rede pública municipal de ensino

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

Os pais ou responsáveis que não conseguiram fazer a solicitação de matrícula para crianças na faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses para unidades educacionais da Capital terão mais uma oportunidade. Nesta quinta-feira (20) Prefeitura de Cuiabá disponibiliza a partir das 8h, no seu portal, o Cadastro de Demanda de Matrícula. Um total de 704 vagas para essa faixa etária não foram preenchidas e estão disponíveis. 

A secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar  explicou que os pais ou responsáveis devem acessar o Cadastro de Demanda de Matrícula, na sessão Serviços do site da Prefeitura de Cuiabá e solicitar a vaga. “O atendimento será por ordem de acesso no Cadastro de Demanda de Matrícula.  As solicitações que excederam o número de vagas remanescentes ficarão na listagem sequencial, e serão chamadas conforme a disponibilidade de vagas nas unidades educacionais que atendem essa faixa etária”, explicou a secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar.

Portanto, os pais que não fizeram a solicitação em dezembro devem acessar o Cadastro de Demanda de Matricula e preencher o formulário, que é bem simples. 

O serviço ficará disponível durante todo o ano letivo de 2022.

Acesso ao link

Para acessar o link Cadastro de Demanda de Matricula os pais ou responsáveis devem procurar o sítio Serviços, no site da Prefeitura de Cuiabá, www.cuiaba.mt.gov.br. O sitio de Serviços está localizado no canto direito, embaixo, do site. 

Ao clicar no link, o cadastro fica visível. É só preencher o cadastro com as informações solicitadas e elencar três unidades de escolha confirmando em seguida para que as informações sejam inseridas no sistema.

Sendo contemplado a unidade educacional entrará em contato portanto é importante a informação correta dos telefones de contato,

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana