Cuiabá

Em TV outras famílias relatam maus tratos em hospital; Profissional teme ser morta

Avatar

Publicados

em

Uma coisa puxou outra e após as denúncias feitas pela técnica de enfermagem Amanda Delmondes Benício, apontando negligência e maus-tratos contra o major da PM, Thiago Martins de Souza, de 34 anos, que morreu por complicações da Covid-19, outras famílias também relataram problemas estruturais e péssimo atendimento no hospital São Judas Tadeu, em Cuiabá.

Outras pessoas também resolveram relatar situações vividas dentro da unidade, em uma reportagem exibida no programa Olho Vivo na Cidade (TV Cidade Verde 12.1), uma mulher que estava com o pai internado na unidade, disse que os documentos apresentavam divergência, sendo que em um deles, o pais estava registrado como do sexo feminino.

Ainda segundo ela, o pai tinha vários laudos diferentes no mesmo dia. A filha ainda alega que no dia 31 de março o pai foi entubado sem que ela fosse avisada.

Já um laudo do dia 29 apontava que o paciente havia apresentado melhora. Uma outra mulher disse que os custos de internação são absurdos.

Segundo ela, a diária na unidade é de R$ 10 mil, além disso os familiares ainda pagam medicamentos a parte e alimentação.

Outra denunciante  disse que sua avó foi colocada numa sala que não é uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

O Comando Geral da Polícia Militar oficiou ao Conselho Regional de Medicina (CRM-MT) e ao Ministério Público Estadual (MPE) uma solicitação de apuração na esfera administrativa e criminal, da denúncia de possível negligência sofrida pelo major PM Thiago Martinz durante internação em unidade hospitalar. O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT), informou que até o momento a denunciante não registrou a denúncia no conselho.

Além disso, a corregedoria do CRM-MT instaurou uma sindicância para apurar a denúncia. Já o hospital, negou as denúncias e afirmou que as acusações espúrias “foram proferidas por uma funcionária que trabalhou 50 dias na Instituição, e foi demitida na semana passada justamente por práticas dissonantes com as exigidas pelo Hospital e, por isso, utiliza-se dessa pauta com cunho de promover retaliação e vingança”.

A unida de ainda afirmou que irá adotar medidas cíveis e criminais cabíveis contra a profissional. Durante a entrevista, uma advogada chegou a responder alguns questionamentos, mas se esquivou de outros.

Profissional teme ser morta

Em entrevista a mesma emissora, Amanda Delmondes disse estar sofrendo ameaças de morte. Ela apontou que os pacientes são intubados de forma errada dentro do hospital. “Infelizmente todos que são intubados ali morrem”, contou.

A médica disse que procurou os donos do hospital, identificados apenas como Arnaldo e Matheus, para comunicar a situação. No entanto, foi atendida por uma mulher chamada de Estefani.

Amanda ainda revelou que o major da PM chegou a ficar duas semanas internado sem tomar banho. Outro paciente chegou a cair da cama e sangrou muito na cabeça.

Veja a entrevista

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

Sugestão de pauta: Prefeitura vacina trabalhadores do transporte coletivo nos dias 10 e 11

Avatar

Publicados

em


Davi Valle

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), começa a vacinar nesta segunda-feira (10), os trabalhadores do transporte coletivo, dando continuidade à campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, de imunização contra a Covid-19. O prefeito Emanuel Pinheiro, na semana passada, a ununciou o novo grupo para vacinação e, mais uma vez, reiterou o compromisso com à população. “Não medimos esforços para imunizar nossa população. Sonho dia e noite com esse momento. A Prefeitura de Cuiabá vem ampliando os polos de vacinação, à medida que recebemos novas doses de imunizante. Também aderimos ao consórcio para compra de vacinas. A gestão Emanuel Pinheiro não medirá esforços pela população cuiabana”. 

Cerca de 800 trabalhadores residentes de Cuiabá, serão imunizados na segunda e terça (11), no polo de vacinação do Sesc Balneário, região do Osmar Cabral, das 9h às 15h. A categoria faz parte do grupo de pessoas em vulnerabilidade social, cujo lançamento da imunização, de forma simbólica, ocorreu na último dia 3, no Palácio Alencastro, com a vacinação de 11 representantes das seguintes profissões: catadores de recicláveis, carroceiros, motoristas do transporte coletivo e garis (tanto da coleta quanto da varrição de rua). 

Por serem pessoas em extrema vulnerabilidade social e também por conta da exposição ao coronavírus, muitos sem acesso à internet, a aplicação da vacina ocorrerá por meio de listas e não pelo cadastro no site da campanha Vacina Cuiabá. Eles também não precisarão ir até um dos cinco polos de vacinação, mas serão atendidos em seus locais de trabalho.

Serviço:

O quê: Vacinação dos trabalhadores do transporte coletivo contra a Covid-19

Quando: segunda (10) e terça (11), das 9h às 15h.

Onde: Sesc Balneário

Endereço: Av. Dr. Meirelles, S/n – São João D’Rei

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Aos 30 anos, lutador de Jiu-jitsu não resiste e morre de Covid

Avatar

Publicados

em

O lutador de jiu-jitsu e modelo Madjer Okde morreu neste sábado vítima do coronavírus. Ele tinha 30 anos e estava internado em Cuiabá.

Segundo informações, Madjer estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o final de abril. Neste sábado, acabou não resistindo e veio a óbito.

Desde que a morte foi confirmada, dezenas de pessoas se manifestaram sobre a morte deles. Alguns fizeram alerta pelo fato de Madjer ser um atleta e, teoricamente, não pertencer ao grupo de risco para a Covid-19.

“Que fique registrado, um cara esportista, que sempre cuidou do corpo, acabou falecendo por causa da Covid. Não tem mais aquilo de somente pessoa de mais idade ou com comorbidade. Tomem cuidado, cuidem dos seus. Tenha mais empatia pelo próximo”, postou um amigo do lutador.

“As pessoas se dizem sábias e falam que temos que aprender a conviver com esse vírus e simplesmente viver, não paralisar, não se amedontrar. Me fala como se acostumar com todas as vidas que se vão, com todas as perdas inestimáveis e com tanta dor”, escreveu outra amiga.

Ainda não há informações sobre horário e local do sepultamento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Minha homenagem à Dona Maria Helena e Márcia Pinheiro, exemplos de amor e perseverança

Avatar

Publicados

em


Marcus Mesquita

Clique para ampliar

Neste domingo especial de Dia das Mães, assim como em todos os outros dias de minha existência, quero agradecer a minha querida mãe, dona Maria Helena de Freitas Pinheiro. Ver o seu sorriso conforta o meu ser e me faz seguir. Sou um grande abençoado por manter ao meu lado dois exemplos de sabedoria e determinação. 

A minha mãe, que possui uma força extraordinária e uma sabedoria que me inspiram para que eu busque sempre ser um bom filho, um bom pai, marido e bom representante do povo.  Tenho também ao meu lado, Márcia Pinheiro, que é uma mulher que é a verdadeira tradução de carinho, de amor ao próximo, uma mãe excepcional. 

Neste dia, deixo o meu muito obrigado à minha mãe, pela coragem, compaixão e perseverança. Sempre seguindo em frente, mesmo em meio a tanto sofrimento, em que o destino a fez criar cinco filhos sozinha: Helena Maria Pinheiro, Marco Antônio de Freitas Pinheiro, Marco Túlio de Freitas Pinheiro, Emanuel Pinheiro e Marco Polo de Freitas Pinheiro. Dona Maria Helena jamais se intimidou.  

Para os que têm mães que moram no céu, já dizia Guimarães Rosa: “As pessoas não morrem, ficam encantadas” Com essas palavras deixo o meu conforto a cada mãe, filha, filho, esposo ou esposa que irá passar essa data sem o seu ente querido. Me solidarizo e junto o meu coração aos dos familiares das mais de 421 mil vítimas da Covid-19.

Respeito profundamente a cada mãe cuiabana. Todas são grandiosas e se esforçam incansavelmente pela sua família. Em nome das mulheres da minha vida: Dona Maria Helena e Márcia  presto uma singela homenagem neste domingo, Dia das Mães.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana