Durante surto, usuários de droga quebram casa, agridem PM e pegam fuzil de um deles

Publicado

Polícia

Durante um surto após o uso de drogas, dois jovens causaram danos na casa de um deles, na Cohab Canelas, em Várzea Grande, na madrugada de sexta-feira (3). Um dos suspeitos agrediu os pais e os policiais que atenderam a ocorrência. Já o outro chegou ainda a tomar o fuzil que estava com um sargento da PM.

 

De acordo com as informações, PM foi acionada pelos genitores do suspeito, que estava tentando matar um colega, que tinha consumido droga com nele, na madrugada. Quando os policiais chegaram, encontraram o menor correndo com as mãos sujas de sangue.

 

Ele resistiu as abordagens da polícia, iniciando as agressões físicas contra um dos soldados que atendia a ocorrência, causando um ferimento na mão direita.

 

Leia também – Adolescente de 14 anos é estuprada pelo marido da irmã em casa

Em seguida, o suspeito passou a correr pelas ruas do bairro. Policiais fizeram o acompanhamento, usaram spray de pimenta e outras táticas para imobiliza-lo, mas sem sucesso.

 

Enquanto os policiais tentavam imobilizar o menor de 16 anos, o outro rapaz, que também estava sob efeito de drogas, tomou o fuzil que estava preso na bandoleira do sargento da PM. O fuzil estava carregado e travado.

 

Ele chegou a apontar a arma para os policiais, que diante do perigo, realizaram um disparo contra o suspeito, que jogou o fuzil no chão e ensaiou uma possível entrega.

 

Mas, o comparsa foi para cima dos policiais dando socos e chutes. PM chamou apoio e só assim conseguiu prender os dois homens, que foram encaminhados sedados pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu) para uma unidade de saúde, onde receberam atendimento médico.

 

Surto Pai do menor de 16 anos contou que ele e o comparsa estavam em casa fazendo uso de drogas e, no meio da madrugada, começaram a brigar e a quebrar vários objetos dentro da casa.

 

Contou ainda que durante o surto, agrediu a mãe com socos no rosto, mas ela não quis representa-lo. Soldado da PM agredido recebeu atendimento médico e acompanhou o final da ocorrência. A dupla foi autuada homicídio tentado, resistência, dano, uso ilícito de drogas, lesão corporal e crime contra pessoa.

 

Fonte: Gazeta Digital

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia penal de MT apreende mais de 30 celulares com detentos da Mata Grande

Publicado

Neste final de semana (28.11 e 29.11), foram apreendidos dois carregamentos de objetos ilícitos que foram arremessados pela muralha da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis-MT (215 km ao Sul da capital). Ao todo, os policiais penais encontraram 32 aparelhos celulares, 03 carregadores solares, duas porções médias de substância aparentando ser maconha, vários carregadores de celulares, chips e fones de ouvido.

 

Os policiais penais que faziam ronda no local avistaram os suspeitos que estavam com os carregamentos, que fugiram no momento em que perceberam a ação dos policiais, e não foram localizados.

 

Em razão dos procedimentos de segurança adotados e a aquisição pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) de modernos aparelhos Body Scanner e Raio-X, as tentativas de entrada de materiais ilícitos têm sido frustradas, conforme ressalta o diretor da unidade, Ailton Ferreira.

 

“Graças às minuciosas revistas aos objetos que adentram a unidade, feitas pelos servidores, e o eficiente trabalho dos cães farejadores, a possibilidade de entrada de objetos ilícitos na unidade tem sido cada vez mais baixa”.

 

As tentativas geralmente ocorrem via arremesso pela muralha do Anexo Mata Grande, que faz divisa com a Rodovia MT-130, e por aparelhos aéreos (drones). “Os policiais penais da unidade estão atentos a todo movimento tanto na área interna quanto externa da unidade e as apreensões estão sendo realizadas com êxito”, acrescenta o diretor.

 

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Polícia

Polícia prende homem que estuprou e matou idosa em MT

Publicado

Polícia Militar prendeu na madrugada desta terça-feira (1), o suspeito de estuprar e matar Mirian Ferreira Macedo do Nascimento, 65, enquanto ela dormia, dentro da sua casa, em Pontes e Lacerda (448 km ao Oeste de Cuiabá). O crime chocou os moradores da cidade e aconteceu na frente do marido da vítima, que tem sequelas de AVC e problemas de mobilidade. Ele foi socorrido em estado de choque.

 

De acordo com as informações, PM foi acionada via 190 para uma denúncia de tráfico de drogas e chegando no local, tentou abordar o suspeito, que correu dos policiais. Mas, ele acabou caindo durante a fuga e foi imobilizado.

Policiais encontraram 5 porções de maconha com o traficante, que ao  ser levado para a delegacia, foi reconhecido como o principal suspeito de ter invadido a casa de um casal de idosos, estuprado e matado a mulher de 65 anos no final da tarde de domingo (29).

 

Investigação Conforme os policiais, imagens de segurança foram checadas e foi possível confirmar as características e semelhança do suspeito. Ao ser questionado pelas autoridades, ele confirmou que foi o autor do crime contra a idosa.

 

Segundo ele, ao entrar na residência, fechou a porta e estuprou a vítima. O esposo da vítima estava deitado na cama, mas não podia fazer nada. Ele tem sequelas de AVC e estava totalmente debilitado.

 

O homem reconheceu o suspeito como autor do crime. Ele tinha várias tatuagens pelo corpo, o que foi confirmado por testemunhas. O suspeito não teve a identidade informada e usa tornozeleira eletrônica, que estava desligada.

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Polícia

Homem estupra e mata idosa de 65 anos na frente do marido doente

Publicado

Uma idosa de 65 anos foi estuprada e morta dentro de sua casa no fim da tarde de domingo (29), em Pontes e Lacerda (448 km a oeste). O crime foi visto pelo marido que tem sequelas de um AVC e por ter problemas de mobilidade não conseguiu ajudar.

 

A vítima foi identificada como Mirian Ferreira Macedo do Nascimento. Ela tinha problemas de locomoção e epilepsia e foi rendida quando estava em casa, na companhia do marido. O esposo, que viu o crime sem conseguir reagir por causa dos problemas de locomoção, entrou em estado de choque e precisou de atendimento médico.

 

A filha da vítima tentou entrar em contato com a mãe e após não conseguir por várias vezes, decidiu ir até a casa. No local, móveis estavam revirados e havia manchas de sangue no chão e em roupas no tanque.

 

Ela encontrou a mãe já sem vida deitada em uma cama e o pai chorando e sem conseguir falar nada. O Corpo de Bombeiros foi chamado e constatou a morte. Já o homem precisou ser levado para o Hospital Vale do Guaporé para receber cuidados médicos.

 

Informações preliminares são de que um homem moreno e com diversas tatuagens invadiu a casa e estuprou a vítima. O criminoso também roubou o celular da mulher.

 

*FONTE:GAZETA DIGITAL

Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana