fbpx

Cuiabá

CPI solicita documentação à diretoria da Santa Casa de Cuiabá

Publicados

em

A direção da Santa Casa terá dez dias para providenciar a documentação solicitada, assim que for entregue, a Comissão irá dar início as oitivas na Câmara Municipal de Cuiabá.”
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Santa Casa, que irá investigar os repasses de recursos à Instituição, entregou em mãos na manhã desta terça-feira (16), ao diretor da instituição Daniel Pereira, a lista de documentos que deverão ser entregues no prazo de 10 dias à CPI. O presidente da CPI da Santa Casa, vereador Toninho de Souza (PSD) esteve juntamente com os vereadores Justino Malheiros (PV) e Luis Claudio (PP) na Instituição e disse que a documentação exigida vai subsidiar os trabalhos da Comissão.
“Entregamos ao diretor Daniel Pereira a lista de documentos necessários à CPI e que irão dar os andamentos nas oitavas que serão convocadas. Com a saída da antiga diretoria o Daniel é quem está tocando toda essa documentação da Santa Casa, ele que levantou a situação e o passivo da Instituição. Nós queremos todos os detalhes de documentação, dinheiro que entrou e que saiu de lá. Demos um prazo de 10 dias para a Santa Casa retornar com a documentação solicitada, pois irá basear todos os trabalhos da CPI, os depoimentos que iremos solicitar”, explicou.
Toninho de Souza explicou ainda que os documentos são necessários, por exemplo, para esclarecer algumas explicações que foram feitas pelo ex-presidente da Santa Casa, Antonio Prezza. “Um exemplo é o empréstimo que a Santa Casa fez de R$49 milhões e questionado sobre a entrada desses valores, Prezza disse que havia entrado e saído direto para a conta de alguns médicos que haviam feito empréstimos em nome da Instituição. E nós queremos saber oficialmente para onde foi esse valor, quem recebeu é necessário que comprove com documentos, se realmente foi realizado empréstimos bancários em nome da Santa Casa, se o dinheiro entrou na conta dele e foi transferido para a Instituição, nós precisamos confirmar as informações por meio de documentos oficiais”, disse o presidente.
O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito disse ainda que a troca da diretoria da Santa Casa não irá fazer diferença nos trabalhos da CPI. “A CPI vai investigar o passado Unidade de Saúde, o que aconteceu com lá nos últimos seis anos, quem foram os responsáveis por levar a Instituição para esse caos financeiro que ela vive hoje. Documentos ficam arquivados, operações financeiras já foram realizadas, vamos em busca de documentos e de pessoas que fizeram essas transações”.
Ainda de acordo com o presidente da Comissão Toninho de Souza, outro passo que está sendo acompanhado é sobre o futuro da Santa casa com a mudança da diretoria. “Um outro passo que estamos acompanhando é em relação ao futuro da Santa Casa, ao pagamento dos salários dos servidores que estão atrasados há mais de sete meses, nós estamos cobrando uma posição do prefeito que prometeu uma coletiva de imprensa, não aconteceu. Em relação a CPI nós vamos fazer o nosso papel,a Câmara Municipal tem duas frentes, investigar o passado e acompanhar a situação presente e do futuro da Santa Casa”, finalizou.
CPI da Santa Casa:
A presidência da Comissão é do vereador Toninho de Souza (PSD), autor do requerimento que deu origem a investigação. O vereador Luis Claudio de Castro Sodre (PP), por sua vez, ficará responsável pela relatoria, enquanto Justino Malheiros (PV) será membro.
A direção da Santa Casa paralisou os atendimentos no dia 11 de março, desde o fechamento da unidade hospitalar, os pacientes oncológicos e nefrológicos foram transferidos para o Hospital de Câncer e Hospital Geral

Verônica Rakel – Rui Matos | Assessoria Vereador Toninho de Souza

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cuiabá

Mutirão Fiscal ultrapassa a marca de 2 mil acordos formalizados e R$ 9 milhões negociados

Publicados

em

Lançada há um mês, a edição do Mutirão da Conciliação Fiscal de 2022 alcançou nesta semana a marca de 2.227 acordos formalizados. O levantamento foi feito pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e aponta que esse total representa mais de R$ 9 milhões negociados, sendo que, até o momento, cerca de R$ 3,7 milhões já foram quitados pelos contribuintes. 

“Sempre que é realizado, o Mutirão Fiscal é um sucesso por toda sua organização e, principalmente, pela grande oportunidade que oferta ao cidadão. É uma ação que permite negociar débitos em atraso com o Município, de maneira online e com um série de vantagens. Essa edição segue aberta até 0 de novembro”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro. 

A ação acontece em parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso e abrange acordos referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), multas de trânsito e ambientais. Somente são negociados os débitos tributários com fatos geradores até 31 de dezembro de 2021, inscritos em dívida ativa ou não.

Aos participantes, o Mutirão Fiscal assegura o benefício de desconto 95% nos juros e multas moratórias para pagamentos à vista, 60% para parcelamentos em até 12 vezes; 50% para até 24 meses; e 30% quando o débito for dividido entre 25 e 48 parcelas. Os acordos podem ser realizados de forma totalmente virtual, por meio do portal Refis Online.

“Sabemos que o cidadão tem a preocupação de pagar suas dívidas com o Município e, às vezes, por algum contratempo isso não é feito. Ainda estamos enfrentando uma pandemia que prejudicou toda a população. Dessa forma, buscamos ser sensíveis e oferecer boas oportunidades para que os débitos sejam quitados”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro.

Aos que não possuem acesso à internet, a Prefeitura de Cuiabá disponibiliza postos de atendimento, das 8h às 17h, nos seguintes locais:

I — Procuradoria Fiscal do Município: Avenida Getúlio Vargas, 490, Popular, Cuiabá — MT;

II — CIAC — Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte: Rua Barão de Melgaço, 3.814, Centro Norte, Cuiabá — MT;

III — SEMOB — Secretaria de Mobilidade Urbana: Rua 13 de junho, 1238, Centro Sul, Cuiabá — MT.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

“Pensei estar em um hospital privado”, conta eletricista que sofreu queimaduras de 2º e 3º graus e recebeu cuidados no HMC

Publicados

em

“Pensei estar em um hospital privado”, essas foram as palavras do eletricista Jorge Luiz Ribeiro, 39 anos, em referência ao Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” – HMC. Ele ficou surpreso com o atendimento recebido durante os 22 dias que permaneceu internado, no Centro de Tratamento de Queimados – CTQ, que funciona na unidade hospitalar.

Jorge é morador do município de Chapada dos Guimarães (distante a 66 km de Cuiabá). Ele trabalha de maneira autônoma como eletricista.  No dia do acidente ele realizava a troca do transformador de energia, localizado em uma chácara particular. “Ao colocar o alicate no fio, sofri a descarga elétrica e fiquei com queimaduras”, explicou Jorge. “Eu sempre confiro se está desligada a energia, mas neste dia eu esqueci”, lamentou. 

Segundo ele, no momento do choque, ele não sentiu muita dor e pensou se tratar de um choque leve. “Peguei minha motocicleta e fui para casa, quando tirei a camisa a minha pele das costas saiu, foi nessa hora que eu senti muita dor e percebi a gravidade”, revelou o eletricista.

O primeiro atendimento foi na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do município de Chapada dos Guimarães, mas diante da gravidade ele foi levado de ambulância para o HMC, para se tratar no Centro de Tratamento de Queimados – CTQ, referência no estado de Mato Grosso.

Segundo médico e diretor-técnico do HMC, Vinícius Gatto, o eletricista sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus no braço direito, braço esquerdo e nas costas. “Ele recebeu tratamento adequado e específico no CTQ. Passou diariamente por higienização e curativos no local da queimadura, além das medicações. Foi necessário, ainda, procedimento cirúrgico de enxerto no braço com a equipe médica de cirurgiões plásticos”, informou.   

“Não sei o que seria de mim se não tivesse recebido esse cuidado. Fui super bem atendido, até mesmo na hora da higienização, que dói mais, as enfermeiras e técnicas em enfermagem foram cuidadosas para amenizar a minha dor. Elas brincavam comigo para me distrair. Os médicos são ótimos e dão muita atenção”, enfocou o eletricista. 

Durante o período de internação, Jorge conta que o pai morreu. “Até para informar sobre o falecimento do meu pai foi com carinho. A psicóloga veio e conversou comigo. Agradeço todos os profissionais que me atenderam. Não tenho do que reclamar. Todos foram bacanas comigo”, destacou.

No dia 27/07, Jorge recebeu alta médica. “Saio daqui feliz e com esperança de não ficar com sequelas. Já recuperei o movimento do meu braço. A fisioterapeuta do HMC me ajudou muito. Não sinto mais dor. Meu sentimento é de gratidão a todos. Aos médicos maravilhosos. As enfermeiras que no início, quando não conseguia mexer o braço, me alimentaram e ministraram a medicação na hora certa. A nutricionista pela boa alimentação. E por essa estrutura maravilhosa com quarto espaçoso e bem ventilado. Nunca faltaram medicamentos para o meu tratamento, acredito que aqui é padrão de hospital particular. Minha nota é 10”, enfatizou Jorge.

Paulo Rós, diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, responsável pela administração do HMC, informou que neste primeiro semestre de 2022 o CTQ atendeu 80 pacientes vítimas de queimaduras. “O CTQ é referência em Mato Grosso, extremamente fundamental na assistência de pacientes de todo o estado”, ressaltou.

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que a sua gestão revolucionou o CTQ. “Mudamos o setor para o HMC, o maior hospital do estado de Mato Grosso. Investimos muito para estruturar adequadamente o CTQ, além da ampliação do número de profissionais. Todo o investimento é para cuidar da nossa gente que tanto merece atendimento digno e humanizado”, enfocou. 

CTQ 

O Centro de Tratamento de Queimados do HMC conta com equipe multidisciplinar para oferecer o tratamento mais completo aos seus usuários. São técnicos de enfermagem, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e cirurgiões plásticos. A unidade conta com uma infraestrutura moderna e equipamentos de ponta, como câmara hiperbárica (que ajuda no processo de oxigenação dos tecidos do corpo, favorecendo a granulação e cicatrização) e dermátomos elétricos, equipamentos utilizados para corte no transplante de pele.  

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Dezenove bichinhos são adotados durante feira promovida pela Prefeitura de Cuiabá

Publicados

em

Inserida no calendário de atividades do município, a feira de adoção voluntária de animais, realizada periodicamente pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável (SMADESS), por meio da Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), atingiu, mais uma vez, índices satisfatórios, com todos os pets adotados, na manhã desta sexta-feira (05). 

A sua quinta edição contou com a parceria do Centro de Zooneses, promovendo o serviço de aplicação de vacina antirrábica. Ao todo foram concedidos 19 bichinhos, e todos conquistaram uma nova família. 

Em alusão ao ‘Mês de Proteção ao Bem-Estar Animal’, ao qual acontece ao longo do mês de agosto, a Prefeitura de Cuiabá conta com a vasta programação de proteção à causa. A diretora da Pasta, Beatriz Sena, afirmou que o intuito da gestão Emanuel Pinheiro é propagar a cultura de proteção e respeito aos animais. 

“Estaremos durante todo esse mês divulgando de forma maciça a nossa prestação de serviços à população da diretoria. A feira hoje foi um sucesso e estamos muito contentes com a boa aceitação. Teremos eventos aqui na Praça Alencastro, canil municipal, escolas, ou seja, estreitando os laços com os cidadãos, reduzindo os casos de maus-tratos e abandono”, salientou. 

Rilary Tamires, moradora do bairro Tijucal, não resistiu aos encantos, e acabou acolhendo dois cãezinhos. “Tenho filhos pequenos em casa que gostam muito de cachorros. Aproveitando que temos um quintal bem grande, decidi levar dois”, comentou. 

Dentre os cuidados recomendados pelo Executivo Municipal aos novos tutores, se destacam, o cumprimento do caderno de vacinação, castração, higienização adequada, passeios regulares, alimentação balanceada, visitas regulares ao veterinário, além, claro, de muito e carinho. 

Importante frisar que, somente em 2022, mais de 90 pets, entre cachorros e gatos, tiveram a oportunidade novamente de ganhar um lar. Contudo, a campanha segue vigente durante todo ano. Os agendamentos podem ser consolidados pelo telefone: 0800 647 7755. O horário de funcionamento é de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana