fbpx

Esportes

Com golaço de Ângelo, Santos FC vence São Caetano por 4 a 3 em jogo-treino no CT Rei Pelé

Publicados

em


O Santos FC venceu o São Caetano por 4 a 3 na manhã desta quarta-feira (19), no CT Rei Pelé, em seu primeiro jogo-treino durante a pré-temporada. O Peixe abriu o placar com Marcos Guilherme, chegou a tomar a virada no primeiro tempo após gols de Lucas Abreu e Christianno, mas empatou com Madson. Na reta final, os comandados de Fábio Carille viraram com um golaço no ângulo de Ângelo e ampliaram com Léo Baptistão. Lincon descontou para a equipe do ABC.

“Muito importante começar com o pé direito. Esses jogos-treino são muito bons para a gente já retomar o contato com situações de jogo. Tivemos esses problemas com a Covid, mas todos estão se recuperando muito bem, o Departamento Médico vem ajudando demais a gente, e estamos fazendo um ótimo trabalho nessa pré-temporada”, afirmou Baptistão.

Léo Baptistão fechou o placar para o Peixe no jogo-treino (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

O técnico Fábio Carille iniciou a partida, que teve dois tempos de 45 minutos, com: João Paulo; Velázquez, Luiz Felipe e Bauermann; Madson, Camacho, Vinícius Zanocelo, Pirani e Lucas Braga; Marcos Guilherme e Marcos Leonardo.

Na segunda etapa, o comandante santista levou a equipe uma equipe com: John; Daniel Guedes, Ivonei, Leonardo Zabala e Luiz Henrique; Jobson, Allanzinho e Bruno Oliveira; Ângelo, Ricardo Goulart e Léo Baptistão.

Feliz com o gol anotado no jogo-treino, Baptistão acredita que pode ter uma grande evolução com a camisa do Santos FC nesta temporada. “Estou trabalhando muito para esse ser meu ano aqui. Na última temporada eu fui muito ansioso. Cheguei na reta final e dei 200%, tanto que minha perna não aguentou e tive a lesão. É meu time do coração, então quero dar o máximo sempre. Mas esse ano estou mais tranquilo e mais focado, então acredito que possamos fazer um grande 2022. Espero começar fazendo um grande Paulista, sempre com o pé no chão, e depois emendar no restante das competições”, concluiu o atacante santista.

Marcos Guilherme fez o primeiro do Peixe contra o São Caetano (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
O jogo – O Peixe começou a partida ligado e abriu o placar logo aos 4 minutos. Marcos Leonardo recebeu lançamento em profundidade pela direita, avançou para dentro da área e rolou para Marcos Guilherme, sozinho, empurrar para o fundo das redes.

O São Caetano alcançou a virada com Lucas Abreu e Christianno, mas os comandados de Carille buscaram a igualdade no último lance do primeiro tempo. Aos 45, Marcos Guilherme fez ótimo lançamento do lado esquerdo para Madson. O lateral dominou na entrada da área e encheu o pé para empatar.

Na etapa final, o Santos FC entrou em campo com várias alterações e alcançou a virada. Aos 30 minutos, Ricardo Goulart recebeu no meio e tocou de primeira para Ângelo na entrada da área. O Menino da Vila dominou, ajeitou e chapou no ângulo, fazendo um golaço no CT Rei Pelé.

Ângelo (dir) marcou o terceiro do Santos FC no CT Rei Pelé (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Já aos 44, Ângelo puxou contra-ataque pela direita, entrou na área e rolou para Léo Baptistão mandar para o gol, anotando o quarto e último do Peixe. Antes do apito final ainda sobrou tempo para Lincon descontar, fechando o jogo-treino em 4 a 3.

(Fotos: Ivan Storti/ Santos FC)

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esportes

Cuiabá sofre revés pela ultima rodada da Sul-Americana

Publicados

em

O Cuiabá perdeu para o Melgar-PER, por 3 a 1, na noite desta quinta-feira, no Monumental de Unsa, pela sexta e última rodada da Copa Sul-Americana. O gol do Dourado foi marcado por Gustavo Nescau, de cabeça.

Com o resultado, o time mato-grossense fechou a participação na competição com seis pontos e em terceiro lugar na tabela do Grupo B.

A equipe volta a jogar no domingo, às 17h, contra o Athletico-PR, na Arena Pantanal, pelo Brasileirão.

Com altitude, o Cuiabá iniciou a partida fechado na defesa e sem dar espaços às investidas do adversário. Aos 29, Kelvin Osorio fez linda jogada pela direita, entrou na área e cruzou. A bola tocou no braço e na mão do zagueiro rival, mas o árbitro não marcou o pênalti claro para o time auriverde. Minutos depois, o Melgar abriu o placar após cobrança de escanteio.

No segundo tempo, o Dourado buscou o empate aos nove minutos após cruzamento de Igor Cariús na cabeça de Gustavo Nescau. Foi só correr para o abraço. Com o gol, o Cuiabá foi mais ofensivo e chegou com perigo em lances de João Lucas e Rafael Gava. Aos 38 e aos 43, o Melgar marcou mais dois gols.

O time

João Carlos, João Lucas, Joaquim, Juan Ojeda e Alexandre Melo; Rafael Gava, Igor Cariús, Lucas Cardoso (Rikelme) e Kelvin Osorio (Keder); Marquinhos e Gustavo Nescau. Técnico: Willian Araújo

fone:http://cuiabaesporteclube.com.br/cuiaba-sofre-reves-pela-ultima-rodada-da-sul-americana/

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Nenê marca duas vezes e Vasco vence o Brusque em São Januário

Publicados

em

O Caldeirão de São Januários segue dando pontos importantes para o Vasco no Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino venceu o Brusque por 2 a 0, nesta quinta-feira (26/5), com dois gols de Nenê, e chegou aos 17 pontos, alcançando a segunda colocação na tabela de classificação.

O próximo compromisso do Gigante da Colina na competição será na quinta-feira (2/6), diante do Grêmio, às 20h, em São Januário.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

O JOGO

A primeira boa oportunidade foi do adversário, que chegou pela direita e em cruzamento na pequena área, Thiago Rodrigues fez linda defesa. O Vasco respondeu com Raniel aos 9. Yuri botou a bola na cabeça do camisa 9, que mandou pra fora. Pouco depois, Gabriel Pec recebeu na direita, deu um lindo chapéu em Pará e sofreu falta. Aos 27, Pec tentou lançamento por elevação para Nenê, mas esticou demais a bola.

O Vasco insistia e o gol chegou pela direita, aos 40. Nenê iniciou a jogada e deu em Gabriel Pec, que cruzou para Raniel ajeitar e o mesmo Nenê finalizar com muita categoria: VASCO 1 a 0. Aos 45, Edimar cruzou no primeiro pau e Andrey desviou com a parte interna do pé, mas mandou no meio do gol.

E a segunda etapa começou com uma grande jogada do Vasco. Após triangulação entre Raniel, Gabriel Pec e Nenê, o camisa 10 arriscou o chute cruzado e mandou pra fora. Aos 9, Getúlio ganhou do adversário no campo de ataque e foi puxado, mas Figueiredo arrancou em vantagem, mesmo assim, a arbitragem parou. Aos 11, Nenê cobrou falta colocada, mas parou na boa defesa do goleiro.

Aos 13, o Vasco chegou bem pela esquerda em contra-ataque. Andrey lançou Getúlio, que deu em Gabriel Pec. O Menino da Colina bateu cruzado e obrigou o goleiro a fazer bela defesa. E na segunda chegada em velocidade pela esquera, Getúlio foi ao fundo e cruzou para Nenê na entrada da área. O camisa 10 bateu bonito, no cantinho e ampliou: VASCO 2 a 0. O Gigante tinha boa atuação e administrava a vantagem, criando algumas oportunidades. O tempo passou e a partida terminou com mais um triunfo do Gigante na Colina Histórica.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 BRUSQUE

Data e hora: 26/5/2022, às 16h
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Público pagante: 18.242 pessoas
Público presente: 18.452 pessoas
Renda: R$ 594.938,00

Cartões Amarelos: Nene (VAS); Wallace, Pará, Airton, Toty, Jaílson (BRU).
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Nene (40’/1ºT 1-0) e (16’/2ºT 2-0)

VASCO: Thiago Rodrigues, Weverton, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara (Zé Gabriel, 40’/2ºT), Andrey (Matheus Barbosa, 40’/2ºT) e Nene; Palacios (Figueiredo, 8’/2ºT), Raniel (Getúlio, 8’/2ºT, Sánchez, 35’/2ºT) e Gabriel Pec – Técnico: Zé Ricardo.

BRUSQUE: Jordan, Pará (Jaílson, 18’/2ºT), Bruno Aguiar, Wallace e Airton (Kaio Nunes, 34’/2ºT); Toty, Zé Mateus (Luiz Antonio, 26’/2ºT), Rodolfo e Alex Ruan; Todinho (Álvaro, 26’/2ºT) e Alex Sandro – Técnico: Luan Carlos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Fluminense aplica histórica goleada sobre o Oriente Petrolero-BOL

Publicados

em

No desafio que valia a classificação às oitavas de final da CONMEBOL Sudamericana, o Fluminense cumpriu seu papel. Em jogo válido pela sexta e última rodada da competição, o Time de Guerreiros buscou uma histórica goleada por 10 a 1 sobre o Oriente Petrolero-BOL, nesta quinta-feira (26/05), no Estádio Tahuichi Aguilera. Matheus Martins (3), Germán Cano (3), Jhon Arias, Caio Paulista, Manoel e Willian Bigode marcaram os gols tricolores.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Apesar da grande vitória, o Flu ficou com a segunda colocação do Grupo H, com 11 pontos, um a menos que o líder, o que provocou sua eliminação. No outro confronto da chave, entre Junior Barranquilla-COL e Unión Santa Fe-ARG, na Colômbia, os argentinos avançaram com o triunfo por 4 a 0.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz volta a campo no domingo (29/05), quando enfrenta o Flamengo, às 18h, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

Logo no primeiro minuto, após tabela com Jhon Arias, Matheus Martins finalizou na saída do goleiro para abrir o placar para o Fluminense. Aos 9, servido por Arias, Germán Cano só empurrou para o gol, ampliando a vantagem do Time de Guerreiros no marcador. Aos 13, o argentino voltou a marcar, de cabeça, após cruzamento de Nonato. Aos 14, Álvarez diminuiu para o Oriente Petrolero-BOL. Aos 17, após lançamento de Luccas Claro, a bola explodiu na zaga e sobrou nos pés de Jhon Arias, que balançou a rede.

Aos 36 minutos, Willian Bigode cruzou e Matheus Martins desviou para Caio Paulista fazer o quinto gol tricolor. Aos 37, Cano finalizou duas vezes, mas o defensor operou dois milagres. Aos 41, Bigode escorou para Matheus Martins ficar cara a cara com o goleiro e anotar mais um. Aos 45, Caio Paulista se livrou da marcação, mas mandou em cima do defensor.

SEGUNDO TEMPO

No primeiro minuto, em cruzamento de Cris Silva, Matheus Martins arriscou por cima. Aos 7, o Moleque de Xerém recebeu passe de Germán Cano e, de longe, buscou a finalização. No instante seguinte, após assistência de Martinelli, Matheus Martins garantiu o sétimo gol do Fluminense.

Aos 12 minutos, Willian Bigode passou pela marcação e rolou para Cano acertar o gol. Aos 17, da entrada da área, Bigode chutou em cima do marcador. Aos 19, lançado por Martinelli, Luiz Henrique finalizou para defesa do goleiro. No instante seguinte, de cabeça, Manoel completou a cobrança de escanteio de Willian Bigode e balançou a rede.

Aos 24 minutos, servido por Jhon Arias, Luiz Henrique dominou, girou e finalizou com perigo. Aos 29, em jogada de John Kennedy com o camisa 11, o Time de Guerreiros chegou ao décimo gol com Willian Bigode.

FICHA TÉCNICA

CONMEBOL Sudamericana – 6ª rodada

26/05/2022, 21h30 – Tahuichi Aguilera

Oriente Petrolero-BOL (1)

Quiñonez; Saucedo (Caire), Álvarez, Zazpe e Paz; Ronaldo Sánchez (Salces), Sandoval (Daniel Rojas), Berdecio (Mercado) e Guaycochea; Hugo Rojas e Roca (Facundo Suárez). Técnico: Erwin Sánchez

Fluminense (10)

Fábio; Caio Paulista, Luccas Claro (Calegari), Manoel e Cris Silva; Martinelli (André), Nonato e Jhon Arias; Matheus Martins (Luiz Henrique), Willian Bigode e Germán Cano (John Kennedy). Técnico: Fernando Diniz

Gols: Álvarez (14’ 1T) (OPE); Matheus Martins (3) (1’ 1T) (41’ 1T) (08’ 2T), Germán Cano (3) (9’ 1T) (13’ 1T) (12’ 2T), Jhon Arias (17’ 1T), Caio Paulista (36’ 1T), Manoel (20’ 2T) e Willian Bigode (30’ 2T) (FLU)

Cartões amarelos: Saucedo, Mercado, Salces, Guaycochea e Facundo Suárez (OPE); Willian Bigode, Luccas Claro e Cris Silva (FLU)

Cartões vermelhos: Hugo Rojas (OPE); Nonato (FLU)

Arbitragem: Guillermo Guerrero, auxiliado por Christian Lescano e Ricardo Baren

Fotos: Marcelo Gonçalves/FFC

fonte:https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-aplica-historica-goleada-sobre-o-oriente-petrolero-bol

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana