INCÊNDIOS A RESIDÊNCIA

Bombeiros atenderam a 700 incêndios a residências em MT neste ano

Publicado

Geral

De janeiro a setembro deste ano, o Corpo de Bombeiros atendeu 700 ocorrências de incêndios em residências no estado. Em alguns casos o fogo começou com um curto-circuito em aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos.

Nesses meses de calor intenso, aumenta o consumo de energia elétrica. As pessoas ficam mais em casa e aumenta o consumo dos eletrodomésticos.

A casa do empresário Alex Setogutti, em Cuiabá, é um dos imóveis que incendiou. Ele explica que ligou o ar-condicionado e foi até outro quarto, quando de repente o fogo começou no quarto.

“Eu escutei um estalo, como se algo estivesse quebrando, e de repente a energia toda foi embora”, afirma.

No dia do incêndio, as chamas ficaram bem altas e a fumaça escura invadiu os outros cômodos. O prejuízo só não foi maior porque o Corpo de Bombeiros chegou rápido. A cachorra da família foi resgatada por um amigo de Alex que saiu pelo telhado da casa. Ele aguarda laudos da perícia para saber o que causou o incêndio.

“Há três meses eu fiz a manutenção de todos os equipamentos de ar-condicionado da minha casa, então não foi por falta de manutenção”, afirma.

No ano passado, o Corpo de Bombeiros recebeu 1.071 mil chamadas de incêndio em residências.

Neste ano, até setembro, já foram registradas 700 ocorrências.

Avó joga neta de sacada para salvá-la — Foto: Divulgação

Avó joga neta de sacada para salvá-la — Foto: Divulgação

Em outro incêndio registrado no mês passado, uma avó jogou a neta de 3 meses da sacada do segundo andar em uma residência para salvá-la de um incêndio, no Bairro Novo Mato Grosso, em Cuiabá.

O comandante do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros, major Mário Henrique Ferreira, explica que esses incêndios podem ser causados por muitos equipamentos ligados em uma mesma tomada.

“As principais causas de incêndio em residência são a sobrecarga de energia nos adaptadores de energia, os famosos ‘T’. São vários equipamentos ligados ao mesmo tempo em uma tomada, aliados a uma fiação elétrica já desgastada ou que já não é condizente com a quantidade de aparelhos e respeito de aparelhos nessa tomada”, afirma.

O mestre em energia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), o professor Danilo Ferreira de Souz, afirma que, geralmente, os incêndios são provocados por curtos-circuitos ou sobrecarga nos casos de acidentes de origem elétrica.

“Com o curto circuito e a sobrecarga, se tem a elevação dos materiais condutores e os materiais combustíveis próximos aos materiais condutores podem entrar em combustão e iniciar um incêndio”, afirma.

Ele também falou que além do disjuntor, existe outro equipamento que pode desligar a energia de casas e empresas quando existem riscos de incêndio.

“O DR é um dispositivo que reduz o tempo de choque elétrico. Salva vidas, evitando acidentes de origem elétrica. A maioria dos incêndios são oriundos de uma fuga de corrente e o DR identifica essa fuga de corrente, muitas vezes o disjuntor não identifica. Então esse equipamento é muito importante também na redução dos incêndios de origem elétrica nas edificações”, afirma.

O Corpo de Bombeiros orienta que, em casos de incêndio, a primeira ação é entrar em contato com a corporação para pedir socorro. Mas o morador também pode evitar que as chamas se alastrem até a chegada dos bombeiros.

“Como nas residências em geral não contém extintores de incêndio, as pessoas podem tentar apagar geralmente com água, só muito cuidado com um material energizado e também fazer por abafamento, pegar um cobertor grosso e tentar abafar esse incêndio tirando o oxigênio do contato com a chama”, afirma.

Os bombeiros orientam também que sejam feitas a manutenção frequente das instalações elétricas.

Outra dica é não deixar o celular ligado na tomada a noite inteira, porque pode haver superaquecimento do aparelho e causar um incêndio.

*FONTE:G1

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Hospital Metropolitano fica alagado após chuva em Várzea-Grande (MT)

Publicado

O Hospital Metropolitano, em Várzea-Grande, região metropolitana de Cuiabám ficou alagado após uma forte chuva que ocorreu na tarde desta quinta-feira (29). A água chegou aos corredores de vários blocos da unidade de saúde.

Em nota, a diretoria do hospital, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), informou que a situação foi devidamente controlada e nenhum tratamento foi prejudicado. Também não houve a interrupção dos serviços.

“De forma imediata, a gestão do hospital tomou todas as medidas cabíveis. Alguns pacientes foram reposicionados internamente para outros blocos da unidade”, diz.

De acordo com a secretaria, uma equipe de obras já esteve no local para apurar o que pode ter ocasionado a situação.

*FONTE:G1

Continue lendo

Geral

Em cerimônia tecnológica são anunciados os vencedores dos prêmios Morena e Centro América de Criação Publicitária

Publicado

Conheça os grandes vencedores do 24º Prêmio Morena e 23º Prêmio Centro América

Os vencedores dos prêmios Morena e Centro América de Criação Publicitária foram anunciados nesta quinta-feira (29). De forma inédita, pela primeira vez o evento foi virtual, em razão da pandemia do novo coronavírus, com estrutura montada nos estúdios da TV Morena, em Campo Grande.

Para os prêmios, foram inscritas 450 peças publicitárias dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. As peças foram avaliadas por Heraldo Bighetti, Fernando Fiasco, Fernando Carreira, Américo Vizer e Melissa Pottker, publicitários da cidade de São Paulo, e pelo presidente do Júri, Cicero Mariano, gerente de marketing e representante da Rede Matogrossense de Comunicação (RMC). O júri foi online e aconteceu nos dias 24 e 25 de setembro.

Em um telão de 180 graus, instalado no auditório da TV Morena em Campo Grande ficaram os finalistas dos dois estados. De um lado Mato Grosso e do outro Mato Grosso do Sul.

Para apresentar essa noite digital a apresentadora Lucimar Lescano e o repórter Alysson Maruyama.

Para reforçar o time, o ator da Rede Globo Murilo Rosa também participou, da casa dele, no Rio de Janeiro.

Para abertura oficial da cerimônia o diretor geral da Rede Matogrossense de Comunicação (RMC), Zilmar Melatte e o diretor executivo da RMC, Nicomedes Silva Filho.

O primeiro prêmio anunciado na noite foi o da categoria Varejo do Prêmio Morena. Quem levou foi a agência “8020”, com a peça “Fique em Dia 2019”.

Do Prêmio Centro América quem venceu foi a agência “FCS”, com a peça “Novo Japidinho”.

No Varejo Interior “ABV Marketing”, com “Ofertas Segunda e Terça” levou o Prêmio Morena.

O Prêmio Centro América da categoria ficou com a agência “Otto Comunicação”, com a peça “VS 27 09 19”.

Na categoria Órgãos Públicos a agência “Agilità Propaganda” levou o Prêmio Morena com a peça “Curso Técnico Agronegócio”.

O Prêmio Centro América ficou com a agência “Soul Propaganda” com a peça “Zagueiro”.

Na categoria Jingle do Prêmio Centro América quem levou foi a agência “Donamaria Comunicação Criativa”, com a peça “Lélis, um espetáculo até no preço”.

Na categoria Spot do Prêmio Centro América quem levou foi a “Renca Comunicação”, com a peça “Dia Mundial da Água”.

Na categoria Acadêmica o Prêmio Morena ficou com “Anhanguera Uniderp”, com a peça “Até onde somos diferente?”.

Quem levou o Prêmio Centro América da categoria foi a Univag, com a peça “Aos cuidados de uma máquina”.

Na categoria Institucional o Prêmio Morena ficou com a agencia “Bepop Branding”, com a peça “Eles falam, a gente entende – Gato”.

Quem levou o Prêmio Centro América foi a “Renca Comunicação”, com a peça “Desperdício”.

Na categoria Institucional Interior do Prêmio Morena o primeiro lugar ficou com a “ABV Marketing”, com a peça “Dia dos Pais 2019”.

No Prêmio Centro América quem venceu foi a “Boom Comunicação”, com a peça “Mecânico por um dia”.

Na nova categoria a “Multiplataforma”, onde concorrem peças que foram veiculadas em todas as plataformas da RMC: TV, Rádio e G1, o Prêmio Centro América ficou com a agência “Genius”, com e peça “Caça Brinquedos”.

E os prêmios mais esperados da noite. Na categoria “Grand Prix Rádio” do Prêmio Centro América a agência “Renca Comunicação” venceu com a peça “Dia Mundial da Água”. Os vencedores ganham uma viagem com destino nacional.

Na categoria Grand Prix TV do Prêmio Morena a agência “8020” venceu com a peça “Fique em Dia 2019”. O prêmio, uma viagem internacional.

E a categoria Grand Prix TV do Prêmio Centro América ficou com a agência “Renca Comunicação” que já tinha levado o Grand Prix Rádio. A peça vencedora foi a “Desperdício”. Também como prêmio uma viagem internacional.

Esse ano não teve festa. Por causa da pandemia a RMC decidiu não celebrar com as tradicionais festas que realizava em Cuiabá e também em Campo Grande. Mas graças a cerimônia tecnológica desse ano, os convidados ganharam um presente, uma palestra com um dos maiores nomes da publicidade no Brasil e do mundo, Washington Olivetto, diretamente de Londres.

*FONTE:G1

Continue lendo

Geral

Parque estadual é fechado após a morte de 7 macacos em Cuiabá

Publicado

O Parque Estadual Mãe Bonifácia foi fechado temporariamente pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), a partir desta sexta-feira (30), após a Polícia Ambiental registrar a morte sete macacos saguis.

A secretaria informou que o fechamento atende os protocolos de segurança biológica.

Cartaz de aviso foi colocado na entrada do parque em Cuiabá — Foto: Divulgação

Cartaz de aviso foi colocado na entrada do parque em Cuiabá — Foto: Divulgação

Um cartaz foi pregado na entrada do parque para informar os visitantes.

As atividades estarão suspensas até que os laudos da necropsia dos animais estejam concluídos e haja garantia de segurança da saúde da população e dos animais.

Segundo a Sema, os laudos serão divulgados pela Unidade de Vigilância em Zoonoses da Prefeitura de Cuiabá que está analisando amostras coletadas.

*FONTE:G1

Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana