fbpx

Cuiabá

“Ao relembrarmos o dia 20 de janeiro celebramos a vida”, diz prefeito sobre um ano da campanha ‘Vacina Cuiabá’

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

“Um ano se passou e muitas vidas foram salvas. Essa vitória é nossa, é de vocês e do povo cuiabano”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro nesta quinta-feira (20), ao celebrar um ano desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19 “Vacina Cuiabá – Sua vida em primeiro lugar”.  Há um ano, os primeiros sete trabalhadores da saúde foram vacinados com a primeira dose do imunizante no Centro de Eventos do Pantanal, simbolizando o início campanha e reforçando o compromisso da gestão com a saúde pública humanizada.

Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, mais de 895 mil doses já foram aplicadas desde o início da campanha em janeiro de 2021. No público acima dos 18 anos foram aplicadas 400.223 (1ª dose), outras 374.405 pessoas receberam a segunda dose ou dose única da vacina. Além disso, 63.176 pessoas receberam a terceira dose e 3.109 pessoas a dose adicional. Já entre os adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas 37.613 (1ª dose) e 16.690 (2ª dose). Nesta semana foi dado início a vacinação das crianças de 5 a 11 anos. 

Atualmente, estão em funcionamento os polos instalados na Universidade Federal de Mato Grosso (drive thru) e da Unic Beira Rio. O público ainda pode buscar a vacinação em outras 37 unidades básicas de saúde da capital.

O prefeito destacou o compromisso da gestão, elogiou a atuação dos profissionais da Saúde e reforçou sobre a importância da imunização. “Mais uma data entra para história na nossa linda e eterna cidade verde, 20 de janeiro. Há um ano aplicamos a primeira dose da vacina da vida no combate a Covid-19. Um ano se passou, muitas vidas foram salvas, quase 1 milhão de pessoas foram vacinadas e estamos gradativamente vencendo essa guerra contra a Covid-19, apesar das saudosas perdas que até hoje choramos. Mas, ao relembrarmos o dia 20 de janeiro celebramos a vida e quero me irmanar aos meus colegas profissionais da saúde e servidores da saúde pública da Prefeitura Municipal de Cuiabá, porque essa vitória é nossa, é de vocês e do povo cuiabano. Parabéns Cuiabá”, celebrou Pinheiro. 

A técnica de enfermagem, Lucinei Rodrigues, foi a primeira vacinadora da campanha “Vacina Cuiabá”. Ela relembra a emoção de ser escolhida para aplicar as primeiras doses dos imunizantes contra a Covid-19 na Capital.

“Quando fui escolhida fiquei sem fala, mas me prontifiquei e me senti muito grata por ter sido escolhida. A vacina veio para salvar vidas e nós temos que nos imunizar. Também não posso deixar de destacar gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro, que eu respeito porque ele presta atenção no povo cuiabano e não mede esforços para trazer as doses da vacina. Temos muito a agradecer a gestão Emanuel Pinheiro”, disse a profissional da saúde.

Já a médica plantonista do Hospital São Benedito, Maíra Sandes, foi uma das sete profissionais da saúde a receber a primeira dose do imunizante durante a solenidade de abertura da campanha.  “Naquele período, quando me chamaram eu não pensei muito sobre ser uma das primeiras pessoas a tomar a vacina. Eu faço parte de uma geração que cresceu tomando vacina, então naquele momento talvez eu não tivesse dimensionado o quão importante foi ter esse grupo inicial, de poder mostrar as pessoas que tomei e que nada de ruim aconteceu. Mas, acredito que fazer parte desse grupo inicial foi algo que me deixou muito satisfeita e me fez poder tranquilizar também a equipe com quem eu trabalho e as pessoas ao meu redor. Tomar a vacina, com certeza, foi algo que me fez poder trabalhar na outra linha e trabalhar na prevenção contra a Covid, foi uma grande realização como médica também”, comentou Maíra.

O psicólogo Marden Lima, que atua no Hospital Referência à Covid-19, foi um dos primeiros a ser imunizado após a abertura da campanha de vacinação. Vocalista da banda de rock Heróis de Brinquedo, Marden conta que receber a dose do imunizante no auge da pandemia trouxe a sensação de alívio que, infelizmente, alguns entes queridos não puderam sentir.

“Fui uma das primeiras pessoas a tomar a vacina em Mato Grosso e isso me trouxe uma sensação de alívio, apesar de eu já ter tido Covid em julho de 2020. Mas, tomei a vacina com muita alegria e esperança de que as pessoas fossem imunizadas o mais rápido possível.  Em março de 2021, peguei a Covid novamente por conta do meu trabalho, mas tive apenas sintomas leves pelo fato de já ter sido vacinado. Perdi meu padrasto e alguns amigos que, infelizmente, não tiveram tempo de tomar a vacina e, talvez, se tivessem tomado, não teriam partido”, relembrou o psicólogo.

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cuiabá

Pacientes que aguardam por cirurgias eletivas passam por consulta e exames pré-operatórios

Publicados

em

A Prefeitura de Cuiabá,  por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou na quinta-feira (26), os exames pré-operatórios de risco cirúrgico para os pacientes que passarão por cirurgias de média e alta complexidade, que serão realizadas este ano no antigo Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), por meio do programa Mais MT Cirurgias. 

As pessoas que compareceram no HPSMC para os exames pré-operatórios, primeiramente, receberam uma ligação da Central de Regulação para marcar os procedimentos. Aproximadamente 2.400 pacientes estão sendo agendados para fazer os exames, com cronograma de 40 atendimentos diários.

“Estive presente para acompanhar e acolher os pacientes nos exames pré-operatórios. Todos fizeram o exame de sangue, e passarão por consulta clínica, ainda será feita a consulta com cardiologista, ultrassom e tomografia, caso necessário, e ecocardiograma para pacientes acima de 40 anos. Caso o paciente apresente algum problema, será feita a justificativa e orientação para buscar o devido tratamento”, informou o secretário adjunto de Planejamento e Operações, Oscarlino Alves.

O secretário revelou ainda que o hospital passou por visita técnica dos representantes do Escritório Regional de Saúde da Baixada Cuiabana, que estiveram no local para fiscalizar os leitos onde os pacientes ficarão internados e que os ambientes foram aprovados.

Para agilizar o atendimento, é importante o paciente levar o documento de identificação pessoal e o cartão SUS.  “Nossa expectativa é que tenhamos o número suficiente de procedimentos cirúrgicos realizados. Os pacientes que estiverem com o risco cirúrgico liberado, passarão por uma última avaliação do médico responsável pela equipe de cirurgia, para validar e inserir os pacientes no cronograma cirúrgico. No momento, aguardamos o resultado do credenciamento para a mão de obra médica especializada, para a realização das cirurgias, que contemplam diversas especialidades”, explicou o secretário. 

Segundo ele, a Central de Regulação e as equipes das unidades básicas de saúde estão trabalhando a todo vapor para conseguir localizar todos os pacientes e marcar os procedimentos. “Estruturamos uma equipe de call center especificamente para esse chamamento, mas apenas 30% dos 11.504 pacientes que aguardam na fila por cirurgias de 2015 a junho de 2021 foram localizados. Muitos telefones e endereços estão desatualizados, motivo que dificulta a busca”, informou. “Precisamos que essas pessoas nos procurem para que possamos agendar as cirurgias. Se o paciente não for localizado após três tentativas sucessivas, seguiremos a ordem cronológica do próximo da fila”, comentou.

Os telefones da Central de Regulação estão sendo utilizados para a busca ativa da listagem da regulação. O número (065) 3614-5561 foi colocado exclusivamente para receber ligações em função do congestionamento.

Com a alta demanda, as linhas podem estar ocupadas, então, além do contato telefônico os pacientes podem entrar em contato presencialmente na Central de Regulação, na Prainha, em Cuiabá. Outros números da Central são: 3614-5563 / 3614-5564 / 3614-5561 / 3614-5548 e 3614-5558. 

Pacientes de outras cidades podem solicitar às respectivas Secretarias Municipais de Saúde que entrem em contato com a Equipe de Apoio aos Municípios da Central de Regulação de Cuiabá para que possam agendar os procedimentos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

HMC garante aporte de nutrientes necessários para manutenção e recuperação dos pacientes

Publicados

em

A nutrição é o alicerce para o nosso organismo, pensando nisso, o Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC garante o aporte de nutrientes necessários para manutenção e recuperação dos pacientes internados, por meio da qualidade alimentar e aprimoramento de rotinas e protocolos.

“Quando o paciente chega à unidade hospitalar, a equipe do setor de nutrição busca o ideal nutricional, com um tratamento que atenda de imediato uma melhor aceitação. O objetivo é sempre aprimorar as rotinas e protocolos, no intuito de uma recuperação mais satisfatória, menor tempo de internação hospitalar e a melhora da qualidade de vida dos pacientes”, informou a nutricionista e responsável técnica do Setor de Nutrição, Cátia Alvarenga.

Segundo ela, os tipos de alimentação destinados aos pacientes são via oral, que são aqueles ingeridos pela boca e via enteral, para pacientes que não devem ou não conseguem se alimentar pela boca. “Todo o alimento é ofertado por meio de dieta prescrita de acordo com a necessidade nutricional, restrições alimentares relacionadas com as patologias e limitações de cada paciente, levando em consideração a necessidade ou não de adequação de consistência e da oferta de suplementos de acordo com a avaliação do nutricionista”, explicou.

“O setor também conta com a participação da Comissão de Terapia Nutricional e Dietética, que visa os mecanismos para o desenvolvimento das etapas de triagem e vigilância nutricional para os pacientes submetidos à terapia nutricional e parenteral”, completou.

A responsável técnica do Setor de Nutrição, conta ainda, que a equipe de nutricionistas acompanha todo o fluxo de produção de alimentos, através do Manual de Boas Práticas (MBP) atualizado, documentado e devidamente implantado. Para os pacientes são preparados vários cardápios e suplemento oral e dietas enterais. “Todas as refeições devem ser seguidas através dos cardápios estabelecidos, estes são feitos pela nutricionista da Unidade de Alimentação e Nutrição, onde são revisados e aprovados pelas nutricionistas clínicas”, pontuou.

A equipe da nutrição acompanha diariamente os pacientes junto ao leito, solicita dieta em mapa próprio para o serviço de produção, avalia o estado nutricional, estabelece a dieta e registra diariamente no prontuário do paciente a prescrição dietoterápica, a evolução nutricional e as intercorrências, além de classificar os atendimentos nutricionais por níveis de acordo com os fatores de risco nutricional, para programar nova reavaliação, confeccionar mapas de todas as refeições ofertadas no dia, realiza a produção de etiquetas das grandes refeições (almoço/ jantar) com todas as informações relevantes para a composição do alimento dos pacientes e participam de capacitação mensal com assuntos pertinentes ao setor, atualizações das dietas enterais e protocolos de ajuste para melhor atendimento junto aos pacientes.

Segundo o gestor do HMC, Paulo Rós, a nutrição é importante no tratamento clínico dos pacientes, principalmente para identificar e prevenir a desnutrição em ambiente hospitalar. “Por isso, a equipe realiza visitas diárias aos pacientes onde é feita a adaptação da dieta de acordo com a patologia e a aceitação do paciente, também identifica e ameniza os motivos da baixa aceitação, garantindo assim uma ingestão adequada de calorias, proteínas e nutrientes. Quando todas essas intervenções dietéticas não são suficientes, a equipe da nutrição alinha com o médico a indicação de sonda para o uso da dieta enteral, para atender melhor às necessidades nutricionais de cada um”, revelou Rós.

O prefeito Emanuel Pinheiro destaca que o comprometimento da gestão é com a qualidade dos serviços prestados à população. “Entendemos a nutrição como um serviço importante e prioritário para amenizar a hospitalização, visto que a alimentação tem um peso decisivo na recuperação dos pacientes. Os acompanhantes e funcionários também recebem a refeição necessária e de qualidade, é um direito garantido com excelência, compromisso da minha gestão”, pontuou. 

O Hospital Municipal de Cuiabá oferta em média aproximadamente 70 mil refeições ao mês para pacientes, acompanhantes e funcionários. São cinco refeições via oral para cada paciente, incluindo café da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia, além do suplemento conforme necessidade. Funcionários plantonistas no plantão diurno recebem duas refeições, almoço e lanche e funcionários do plantão noturno também recebem duas refeições, jantar e café da manhã. Já os acompanhantes recebem três refeições diárias, café da manhã, almoço e jantar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Sugestão de pauta: Prefeito Emanuel Pinheiro entrega ponte de concreto da Comunidade São Gerônimo 

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro entrega, na manhã deste domingo (29), a ponte de concreto sobre o córrego do Aricazinho, localizada na comunidade rural São Gerônimo, em Cuiabá. 

A nova estrutura foi construída em substituição a anterior que era de madeira e acabou cedendo no decorrer do tempo. Os serviços foram executados pela Secretaria de Obras Públicas (SMOP). 

“É com o coração repleto de alegria que vamos entregar mais essa obra tão aguardada e ansiada pela população, que facilitará e muito, o acesso dos moradores a região central e vice e versa. Um compromisso da nossa gestão, por meio de obras completas que garantem o bem-estar e qualidade de vida dos nossos cuiabanos”, disse o Chefe do Executivo Municipal. 

Serviço: 

Assunto: Ponte de concreto sobre o Aricazinho

Data: Domingo (29)

Horário: 09h30

Local: Comunidade São Gerônimo – Cuiabá/MT 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana