fbpx

Curiosidades

17 Fatos que estão deixando as pessoas fascinadas pela Finlândia

Publicados

em

A Finlândia é um dos melhores lugares para se viver, ou apenas fazer uma visita. Cerca de 5 milhões de pessoas vivem (muito bem) no país, que possui um alto Índice de Desenvolvimento Humano. Muitas curiosidades chamam a atenção do da Finlândia, conheça abaixo algumas delas e apaixone-se por esse país incrível.

1 – Marketing próprio para introvertidos

Uma característica dos finlandeses é que eles gostam de passar o tempo sozinhos, então há bares no país próprios para quem quer beber em sua própria companhia, e nas lojas existem até cestas de compras especiais para compradores individuais (Sinkkukori).

2 – O país em que as pessoas mais leem

Os habitantes da Finlândia são muito ligados à leitura, sendo uns dos que mais leem no mundo. Com uma população de pouco mais de 5 milhões de pessoas, elas pegam mais de 67 milhões de livros por ano nas bibliotecas. Em algumas grandes bibliotecas, é possível encomendar não apenas livros, mas também coisas relacionadas a hobbies diversos, como instrumentos musicais, equipamentos esportivos e até máquinas de costura.

3 – Dia do Dorminhoco

Na Finlândia, existe o “Dia Nacional do Dorminhoco”. Quando a última pessoa de uma casa acorda, seus familiares a jogam na água para assustá-la. Na cidade de Naantali, esse dia é celebrado com comemorações, e inclusive é escolhida uma pessoa local que tenha feito alguma coisa pela cidade para ser jogada na água, e sua identidade só é revelada quando ela cai na água

4 – Sabre para graduados

Em algumas universidades finlandesas, há uma tradição de não apenas conceder um diploma para um graduado, mas também um sabre especial (espada com lâmina curva) para o mesmo.

5 – Mais heavy metal para todos

A Finlândia é o país com mais bandas de heavy metal per capita. Existem mais de 600 grupos musicais por 1 milhão de habitantes. Até mesmo crianças têm sua própria banda de heavy metal favorita, “Hevisaurus”, cujos músicos tocam com fantasias de dinossauros e cantam músicas divertidas.

6 – Muitas saunas

A Finlândia é repleta de saunas. Para 5 milhões de pessoas no país existem cerca de 2 milhões de saunas – há mais saunas do que carros no país! Toda grande empresa e instituição finlandesa tem saunas para seus funcionários, e até mesmo no Burger King é possível encontrar uma sauna para relaxar.

7 – Helsinque é a cidade mais honesta para morar

A capital da Finlândia foi reconhecida como a cidade com os habitantes mais honestos, de acordo com uma experiência que foi feita em 16 cidades ao redor do mundo. O estudo foi feito da seguinte forma: em todas as capitais mundiais importantes foram lançadas 12 carteiras, as quais continham número de telefone, foto da família e dinheiro. Após o experimento, 11 das 12 carteiras foram devolvidas aos seus proprietários em Helsinque, enquanto em outros países, apenas metade foi devolvida. Imagine se esse experimento fosse feito no Brasil…

8 – “Estacionamento” para cães nas lojas

Na Finlândia existe uma lei que regulamenta a existência de “estacionamentos” para cães nas lojas. Na ausência de tais locais, os empresários podem ser multados.

9 – Loucos por café

Os habitantes da Finlândia amam café, não é à toa que o país ocupa o primeiro lugar no mundo em termos de consumo de café. Em um ano, um finlandês consome em média 12 kg de café instantâneo ou moído.

10 – Casas para festas estudantis

Quase todas as principais universidades da Finlândia têm uma “casa para festas” que os estudantes podem usar gratuitamente para realizar qualquer evento, mesmo com muito álcool. Elas se parecem com residências comuns, com uma enorme sala de estar, vários quartos e uma sauna privada (não podia faltar a sauna).

11 – Amantes de cerveja

Um finlandês bebe cerca de 85 litros de cerveja por ano. Não é de se surpreender que nas lojas finlandesas seja fácil encontrar promoções especiais para a compra de 1000 garrafas de cerveja ao mesmo tempo.

12 – Rena oficial

Em muitos países os policiais usam cavalos, mas no norte da Finlândia, eles são auxiliados por renas.

13 – A multa depende da renda do infrator

O valor da multa por excesso de velocidade na Finlândia depende da renda do infrator – quanto maior o seu salário, maior a multa. Um caso que exemplifica bem isso foi de um dos CEOs de uma grande empresa finlandesa, que teve que pagar a multa mais alta na história das multas por excesso de velocidade: 116.000 euros. Ele estava dirigindo a uma velocidade de 75 km / h, onde o limite era de 50 km / h.

14 – Bônus para voltar de férias

Para incentivar os funcionários a voltar de suas férias, as empresas finlandesas pagam um bônus adicional quando uma pessoa volta ao trabalho depois de tirar férias. Além disso, na Finlândia, é possível facilmente descobrir quanto alguém ganha simplesmente ligando para um número especial para receber a informação.

15 – A linguagem dos elfos

A língua finlandesa é uma das mais difíceis de aprender, mas o escritor J. R. R. Tolkien foi tão inspirado por ela que tomou sua gramática como base para a criação da língua dos elfos. Os finlandeses têm 40 sinônimos para a palavra “neve”, mas não há palavra que significa “por favor”.

16 – Cães que auxiliam na leitura

Existem cães que ajudam pessoas cegas, e na Finlândia há também cães especiais que ajudam as crianças a dominarem facilmente a língua finlandesa.

17 – País de competições incomuns

A Finlândia possui algumas competições bem peculiares, como um festival internacional para tocar violão imaginário.

 

Fonte: Genial Guru

 

Comentários Facebook
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Curiosidades

País não tem religião oficial, mas por que o real traz “Deus seja louvado”?

Publicados

em

 

A resposta curta: por causa do Sarney.

Católico, José Sarney, quando era presidente do Brasil (entre 1985 e 1990), determinou por meio de um decreto que todas as cédulas da nova moeda, o cruzado, que ele criou para tentar domar a inflação, deveriam ser impressas com a inscrição “Deus seja louvado”. Desde então, ateus e religiosos debatem essa treta, até hoje mal resolvida.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Couvert artístico: pagamento é obrigatório? Veja o que diz a lei

Publicados

em

 

Vem chegando o fim de semana e começam os planos para o que fazer durante a merecida folga. Um happy hour com os amigos, um jantar com a família… Aí, ao chegar ao restaurante, há um artista tornando o ambiente ainda mais agradável. Como estamos falando de um profissional, o pagamento dele muitas vezes é condicionado a uma gratificação dada pelo cliente. É o couvert artístico. O problema, é que nem todo mundo gosta de ouvir música quando vai a um local assim ou não está disposto a pagar a mais por esse serviço oferecido pelo estabelecimento.

Então, quem não quer pagar, está obrigado mesmo assim? E qual o valor que pode ser cobrado? O Blog Seu Direito conversou com o assessor jurídico do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), Ismael Braz.

Regulamentação
“A taxa de couvert artístico não possui uma lei federal que a regule, mas alguns Estados possuem regulamentação própria sobre a cobrança, como, por exemplo, o Estado do Ceará”, explica Braz. Isso é possível porque a União tem competência concorrente com os Estados para legislar sobre direito do consumidor. O que não ocorre com os municípios.

O que diz a lei?
A cobrança do couvert artístico é permitida. Contudo, Ismael Braz lembra que o estabelecimento tem que preencher alguns requisitos.

Comunicação
“O consumidor deve ser previamente comunicado, nos termos do art. 6º, III do CDC, de maneira clara e ostensiva, preferencialmente, na entrada no estabelecimento, sobre a cobrança do couvert, bem como do seu valor”, alerta o assessor jurídico do Decon.

Não sendo respeitada a regra para essa comunicação, “o consumidor não será obrigado a pagar por esse serviço, conforme dispõe o parágrafo único do art. 39 do Código de Defesa do Consumidor:

Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas:
Parágrafo único. Os serviços prestados e os produtos remetidos ou entregues ao consumidor, na hipótese prevista no inciso III, equiparam-se às amostras grátis, inexistindo obrigação de pagamento.
III – enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto, ou fornecer qualquer serviço;

Cobrança irregular
“Alguns estabelecimentos que cobram o couvert artístico calculam o valor de 10% do serviço em cima do valor total da conta, incluindo o couvert“. Essa cobrança, diz Braz, não é admitida. “Trata-se de prática abusiva e obtenção de vantagem manifestamente excessiva, o que é vedado pelo ordenamento jurídico, pois, além de a cobrança de 10% do serviço oferecido pelo garçom ser opcional, ela deve ser realizada somente sobre o valor da conta, excluído o couvert artístico”, enfatiza.

Aviso
Além do disposto no CDC, a Lei Estadual nº 15.112/2012, que trata regulamenta a cobrança de couvert artístico no Ceará determina que “o aviso colocado pelo estabelecimento deverá ter as dimensões mínimas de 50 (cinquenta) centímetros de altura e 40 (quarenta) centímetros de largura”, acrescenta.

Quando o pagamento não é devido
Há hipóteses, entretanto, em que o cliente não é obrigado a pagar a taxa durante o tempo em que estiver no restaurante. “Caso o consumidor fique em um local reservado do estabelecimento ou onde não possa usufruir integralmente do serviço, não é devido o pagamento de couvert, segundo o art. 2º da Lei Estadual nº 15.112/2012”, afirma Ismael Braz.

Couvert artístico não é gorjeta
O assessor jurídico do Decon lembra ainda que a taxa de couvert artístico não pode ser confundida com a taxa de serviço paga aos garçons. “A famosa ‘gorjeta’ diverge da taxa de couvert, pois possui até regulamentação própria pela Lei Federal 3419/2017, sancionada pelo ex-presidente Michel Temer, na qual traz de que forma o valor é incorporado à remuneração, entre outros critérios e normas. Diante disso, a taxa de serviço ou gorjeta (termo popular) é algo definido em lei, que deve ser respeitado e obedecido”, esclarece.

Reclamação e devolução em dobro

Caso o estabelecimento não cumpra as determinações legais e os consumidores sintam que seus direitos não foram observados, “recomenda-se que busquem o órgão de defesa do consumidor e registre reclamação, ou mesmo formalizem denúncia junto ao Setor de Fiscalização, para que a situação seja averiguada”, orienta Braz.

“O CDC, inclusive, em seu Art. 42, parágrafo único, prevê que o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à devolução em dobro do valor que pagou em excesso, com juros e correção monetária”, finaliza.

*FONTE: DIREITO NEWS

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

9 Alimentos que podem guardar perigos ocultos para a sua saúde

Publicados

em

Muitas vezes compramos alimentos “saudáveis” achando que não há qualquer risco para a nossa saúde, mas até mesmo alimentos que nem imaginamos, como um simples alface, podem oferecer riscos e estar repletos de bactérias, principalmente quando manuseados sem higiene. Veja abaixo algumas maneiras de evitar problemas ao se alimentar.

1 – Mariscos em conserva

De acordo com pesquisas, este tipo de alimento contém muito mais levedura do que o permitido, o que significa que há violações dos padrões sanitários durante a produção. O mais apropriado é comer frutos do mar congelados.

2 – Carne moída

Especialistas descobriram bactérias como E. coli, salmonela e listeria na carne moída. É por isso que é melhor cortar pedaços finos de carne e fritá-los do que consumir a carne moída.

3 – Queijo

Não há produtos químicos tóxicos nos queijos, mas os microrganismos patogênicos que causam intoxicação podem entrar nos queijos em qualquer fase da sua produção, existindo o risco de pegar brucelose (Infecção transmitida de animais para pessoas) e listeriose (infecção bacteriana) se o leite não pasteurizado de animais doentes for usado durante a produção. É por isso que você deve comprar apenas queijo de fabricantes confiáveis, se for possível.

4 – Ovos

A salmonela é uma bactéria presente não só na casca do ovo, como também dentro dele, e que é uma das principais causadoras de intoxicação alimentar, podendo levar até mesmo à morte. Não consuma ovo cru e lave a casca do ovo antes de consumi-lo.

5 – Frango

Uma gota de suco de carne de frango crua contém bactérias Campylobacter suficientes para infectar uma pessoa, causando febre e problemas gastrointestinais. A bactéria se espalha muito rápido quando lavamos a carne, ficando em nossas mãos, avental, balcões etc. É preciso minimizar o contato com o frango cru e lavar a tábua e as facas longe do resto dos pratos. Se for possível, lave tudo em água fervente.

6 – Atum

Quando o peixe é descongelado e armazenado de forma errada, é formada uma proteína tóxica chamada de escombrotoxina, que pode causar um tipo de intoxicação alimentar que leva a erupções cutâneas, vômitos, dores no estômago, diarreia, alteração da frequência cardíaca e até perda de visão. A solução é descongelar o atum sem deixá-lo entrar em contato com o ar, retirá-lo do congelador e colocá-lo na prateleira mais baixa da geladeira sem abrir o pacote.

7 – Salsichas e produtos à base de carnes

Segundo pesquisas, 12% das salsichas e outros produtos à base de carne estão infectados com E. coli e microrganismos patogênicos (listeriose e salmonela). A listeriose é perigosa principalmente para pessoas idosas, gestantes, recém-nascidos e crianças com menos de um ano de idade, podendo causar danos ao sistema nervoso e até meningite.

8 – Alface

Você deve estar surpreso pelo fato de a alface integrar a lista. Os cientistas do “Center for Science in the Public Interest (CSPI)”, ONG americana que defende os direitos dos consumidores, fizeram uma pesquisa para descobrir quais alimentos levavam ao maior número de casos de intoxicação alimentar. Alface acabou ficando em primeiro lugar, sendo responsável por 13.568 casos conhecidos de intoxicação. Portanto, mesmo que a alface esteja bem embalada e “pronta para comer”, é melhor lavá-la muito bem antes de consumi-la.

9 – Refrigerante

Além da obesidade e danos no fígado e nos dentes, o refrigerante também é perigoso para os ossos, já que contém ácido fosfórico e cafeína, que levam à diminuição da densidade mineral óssea (DMO) e eventualmente à osteoporose.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Polícia

GERAL

Mais Lidas da Semana